12 de fevereiro de 2014

Minha História Assombrada: A Maldição do Travesseiro

Sou leitora assídua do blog e gostaria de relatar dois fatos envolvendo macumba encontrada dentro de travesseiros, em resposta ao relato "Seria Macumba?" do internauta João Leonardo.

A primeira história me foi contada por uma das minhas melhores amigas, cuja mãe é falecida há alguns anos. A mãe dela estava agonizando vítima de um câncer, quando, desenganada pelos médicos, resolveu chamar em sua casa uma mulher que desmanchava feitiços. Era o último recurso de uma pessoa desesperada, que já havia passado por várias cirurgias e dois tratamentos. Pois bem, a mulher, depois de uma breve oração, pediu uma tesoura para abrir o travesseiro onde a mãe da minha amiga estava deitada, e, com muita calma, começou a retirar de dentro dele coisas que deixaram todas as pessoas presentes de cabelo em pé: um emaranhado de cabelos amarrados com fitinhas roxas, um passarinho morto e, acredite quem quiser, uma boneca de vodu. O pai de minha amiga, que estava acompanhando tudo, chegou a achar que a própria mulher havia colocado as coisas dentro do travesseiro, suposição esta que, ele mesmo percebeu, não fazia sentido, já que a sensitiva usava uma camisa de manga curta. Outro detalhe é que o travesseiro era novinho em folha, tendo sido comprado há mais ou menos um mês. A mulher então olhou para o pai de minha amiga e disse que iria abrir a boneca, pois era possível que houvesse, dentro dela, a foto da pessoa doente. Em seguida, pediu que ele fosse pessoalmente ao seu terreiro, o que ele fez no dia seguinte. Chegando lá, a surpresa: a sensitiva realmente abriu a boneca e encontrou uma foto, mas não a foto da mãe de minha amiga, e sim uma foto dele, bastante amarelada pelo tempo. Quando questionada a respeito disto, ela respondeu que o trabalho era muito poderoso e havia sido feito para matar o pai de minha amiga. No entanto, como ele era (e ainda é) uma pessoa muito forte espiritualmente, o trabalho havia afetado a pessoa mais frágil. E ainda completou: sua esposa tem só mais dois meses de vida, e de fato, dois meses depois a mãe de minha amiga viria a falecer. De nada adiantou desmanchar o trabalho, pois isso não salvou a vida da pessoa que estava sendo vítima da maldição.

A outra história me foi contada por uma senhora de idade...

...que trabalhava em uma loja perto da casa da minha mãe. Estávamos um dia conversando a respeito de assuntos sobrenaturais quando ela me contou que sua neta, quando era pequena, começou a ter dificuldades para dormir, algo que nunca havia acontecido antes. A menina passou quase um mês se queixando de insônia quando, numa bela manhã, minha amiga, ao arrumar a cama da garota, pegou no travesseiro e constatou que havia algo duro dentro dele. Resolveu então abri-lo e eis a surpresa: uma vela vermelha, daquelas grandes usadas em despachos de macumba. Como era uma pessoa já vivida e supersticiosa, minha amiga não teve dúvidas: jogou a tal vela em água corrente. A partir desta dia, sua neta não mais sofreu de insônia.

Como me interesso pelo sobrenatural, pesquisei muito a respeito do assunto e descobri que a magia se materializa dentro do travesseiro, passando a afetar diretamente a saúde e a vida da pessoa. E como vocês puderam ver, nem sempre desmanchar o feitiço significa a cura. Se fosse assim, a mãe de minha amiga ainda estaria viva.


História assombrada enviada por um usuário que prefere o anonimato.

* Minha História Assombrada trás para você relatos assustadores vividos por usuário do site AssombradO.com.br e Sobrenatural.Org - Veja com estes relatos que o mundo sobrenatural está a nossa volta e pode acontecer algo estranho com qualquer um! Tem algum caso e deseja que ele seja publicado? Então clique aqui.

CLIQUE AQUI para ler "Minha História Assombrada: Seria Macumba?"
CLIQUE AQUI para ler "Não se meta com macumba alheia"
Comentários