6 de fevereiro de 2014

10 Histórias Assombradas Ocorridas em Hospitais (Parte 02)

Vamos continuar trazendo mais histórias ocorridas em hospitais...
Ainda não viu a parte 01? Clique aqui!

05. A Ajuda do Índio
Enviada por Vivian de Souza Oliveira
Fonte

Quando eu tinha 9 anos, eu fiquei muito doente, tive infecção renal e urinária, além de anemia e pneumonia... Me sentia muito fraca, sem fome e sem ânimo para brincar e estudar. Eu tinha que dormir sentada, porque não conseguia respirar deitada. Minha mãe ficou vários dias me levando ao médicos do SUS e ninguém dizia o que eu tinha ao certo. Os remédios não funcionavam. Eu continuava com febre, falta de ar e piorava a cada dia, pois vomitava e já não me alimentava mais. O desespero começou a tomar conta de minha família e meu avô resolveu pagar um médico particular para tentar descobrir o que de fato eu tinha. A anemia e as infecções os outros médicos já tinham dito que eu tinha, mas a pneumonia ninguém descobria. Eu estava ficando inchada e isso era muito ruim, por causa dos rins...

Examinada, o médico disse que eu estava com pneumonia dupla e avançada. Era preciso ser internada às pressas para iniciar o tratamento. Minha internação foi numa segunda-feira e nesse mesmo dia, meus avós realizavam estudos kardecistas junto de outras pessoas. De repente, meu avô recebeu uma entidade e que aos poucos se apresentou, dizendo que era um espírito de um índio e que era pajé. Ele estava ali para esclarecer um mal entendido no diagnóstico da radiografia e que eu estava sendo acompanhada por um espírito que desencarnou por causa de uma tuberculose (Daí, a falta de ar e apetite) e que a radiografia estava mascarada devido ao encosto.

Deram início a uma série de preces, orientadas pelo pajé, pedindo que o espírito se afastasse de mim, porque estava me fazendo muito mal,  e por quase quarenta minutos, eles ficaram rezando. O espírito do índio disse que me ajudaria e que estaria presente no hospital acompanhando o trabalho dos médicos e enfermeiras, e disse ainda que eu ficaria bem.

Eu não sei explicar exatamente, mas na minha primeira noite no hospital (dia em que fizeram a prece) eu consegui dormir deitada, respirava melhor e mesmo não estando muito acomodada, eu dormi! Fiquei lá por quatro dias e logo me curei. As infecções e a anemia estavam sob controle e eu já me interessava por comer e brincar.

Agradeço muito a esse espírito do índio... pois se talvez ele não tivesse intercedido, algo pior poderia ter acontecido e que com certeza, Deus o enviou para orientar aqueles que tentavam me salvar.

Um grande abraço a todos!!!

04. O Médico Fantasma
Enviado por Flávio José da Silva Alves
Fonte

Esta história foi contada pela minha avó.

Em uma cidade do interior de Minas Gerais, uma jovem, estava grávida de 8 meses, começou a sentir dores muito fortes, e como vivia sozinha, foi se consultar no Hospital. Imaginou que seu bebê estava chegando.

Foi para o hospital mais próximo, que atendia tanto SUS quanto particular. Era um hospital de freiras.
Chegando na portaria foi conversar com a recepcionista, e explicou sua situação.

Como não tinha vagas pelo SUS e a moça não tinha dinheiro, a recepcionista disse que ela deveria ir para outro hospital. A moça insistia, dizendo que não tinha como fazer isso pois estava com muita dor. Nisso chegou uma irmã de caridade que era uma das diretoras do hospital. Ela quis saber o que estava acontecendo. Depois de ter sido informada do ocorrido disse a jovem.

- "Infelizmente não temos vagas pelo SUS e como não tem dinheiro para um quarto particular não poderemos atendê-la, por favor dirija-se a outro hospital."

A moça saiu e começou a chorar e rezar pedindo ajuda a Deus. Nisso apareceu um velhinho baixo, todo de branco. Colocou a mão no ombro da jovem, ela olhou para velhinho ele sorriu e perguntou:

- Por que esta chorando menina?

- Meu bebê! Acho que vai nascer e não tem vaga no hospital.

- Não se preocupe menina, eu te ajudo venha comigo. Vou leva-la para dentro do hospital e cuidarei de tudo. Eu sou médico.

Pegou a moça pelo braço e foram para a portaria, o velhinho se apresentou como médico e disse para a moça da recepção para ligar para o setor da maternidade que ele estava levando a moça para realizar o parto.

Depois do parto a moça foi levada para um quarto particular do hospital. Onde recebeu a visita do simpático médico.

- Como esta a jovem mamãe e seu bebê?

- Estou ótima e meu filho também. Mas estou preocupada, pois este setor é particular e não tenho dinheiro para pagar.

- Não se preocupe menina, eu já paguei a conta do hospital. E caso alguém perguntar quem sou eu, diga que eu já fui um dos diretores daqui do hospital e aqui esta carta com o meu nome. Entregou a carta para a jovem, e antes que ela pudesse agradecer o velhinho sumiu.

No dia seguinte, a irmã que era uma das diretoras do hospital e que tinha dito a moça para ir para outro hospital, estava passando pela área da maternidade viu a moça com seu bebê no quarto, e quis saber quem fez sua admissão. Foi a área de internação e eles a informaram que um médico de idade avançada e baixinho a trouxe para dentro e pagou as despesas. Mas nunca o tinham visto no hospital. Ela foi direto no quarto da moça e perguntou quem era esse médico que ninguém conhecia.

Chegando no quarto da moça, ela entregou para a irmã a carta que o médico deixou com ela. Ao ler a carta a irmã ficou pálida e desmaiou.

Pois o médico que atendeu a moça, tinha morrido a 30 anos. E tinha uma mensagem para a irmã:

"Fazei caridade, pois no outro mundo não é como vocês pensam. Eu já te falei isso anos atrás, quando era criança antes de se tornar irmã de caridade!"

03. O Fantasma do Hospital Abandonado
Enviado por Mateus Fornazari (euzinho!!!)
Fonte

Apresento a vocês uma reportagem vinda diretamente do Japão sobre um hospital abandonado que é assombrado. Eu assisti ao vídeo e gelou a minha espinha em vários momentos. É bem sinistro o negócio e pra começar, logo antes de exibir a reportagem, tem o seguinte aviso:

"Um aviso. Este vídeo é conhecido por deixar alguns pessoas insanas e levar outras ao suicídio. É sério, não é piada. Se você se impressiona facilmente, não assista-o. Eu avisei pelo menos..."

Recadinho dado, e você já fica pensando que o que vai passar é alguma bobeira para assustar você, só que não é. É uma reportagem série, onde a repórter vai até um hospital mal-assombrado e antes de entrar dentro, conversa duas pessoas, uma que se tirou algumas fotos onde aparece algo estranho e um outro que se machucou e foi parar no hospital.

Depois ela entra e não vou falar nada do que vai acontecer. Erga o som, apague a luz e prepare-se...

.

02. A Porta do Outro Lado
Enviado por Orquídea
Fonte

Queridos, faço parte de um grupo da igreja que pelo menos duas vezes por semana visita pessoas enfermas acamadas. Vemos estampado nos rostos dos enfermos a alegria e o carinho em nos receber e isso é muito gratificante.

Tinha uma senhora a qual visitávamos que era um exemplo de vida. Há mais de 10 anos havia tido câncer no seu esôfago e até então respirava através de um balão de oxigênio ligado a um fio extenso, o qual lhe dava liberdade para se locomover pelos cômodos de sua casa. Todas as vezes que íamos em sua casa, nos recebia com um sorriso sincero e muito amor.

Há uns dois meses, estávamos reunidos na igreja, quando veio a notícia que ela estava hospitalizada e bastante enferma. Fiquei muito triste, pois da última visita que a visitamos, ela aparentava estar tão bem.

O que vou narrar agora foi contado pela sua filha que se encontrava com ela no hospital.

Maria (fictício) foi internada com sério problemas respiratórios e acabou entrando num semi coma. Passavam os dias, e ela apresentava uma certa melhora, mas , no dia seguinte seu estado piorava. E assim ficou por vários dias. Alguém informou  a sua filha , que aquela senhora não era para estar viva e que talvez quisesse alguma coisa ou estivesse esperando por algo. Os dias iam passando e ela não apresentava melhoras.

Até que um dia sua filha estava ao seu lado no leito do hospital quando chegou um grupo de visitas. Eram conhecidos daquela senhora. Disseram que estavam em casa (moravam em um outro município) quando sentiram de irem até o hospital para fazerem uma oração para ela.

Se ajoelharam todos ao redor de sua cama e elevaram uma oração à Deus pedindo que fosse feito a sua vontade. Quando terminaram de orar, alguém contou que havia tido uma visão durante a oração: "Tive a visão de uma porta larga, toda branca reluzente, aberta,  e do outro lado da porta havia luz, muita luz, uma luz forte. Nisso vejo a dona Maria toda de branco, sorridente, adentrar aquela porta e sumir naquela luz!"

Depois disso , permaneceram por mais alguns minutos no quarto e na despedida a filha daquela senhora os acompanhou até a porta. Quando retornou ao leito para ver a sua mãe, esta havia dado o seu último suspiro.

01. Demônio Capturado em Hospital
Enviado por Mateus Fornazari (euzinho!!!)
Fonte

Os demônios existem? Talvez a prova possa ser uma foto tirada por uma câmera de vigilância em um hospital.

A foto apareceu no reddit.com e trouxe pouca informação:

"Esta foto foi tirada do monitor de visualização de uma enfermeira. No monitor, esta figura negra apareceu em pé em cima do paciente, que estava deitado na cama. Ele morreu algumas horas depois desta figura aparecer."

Vamos ver a foto, mas antes, cuidado, você pode ficar com medo.. ainda mais se estiver escuro...
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
 Tem certeza?
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
Então tá, veja a terrível imagem:

Credo em cruz, o que é isso em cima da do paciente!
Final deste Top 10. Espero que tenham gostado :)


CLIQUE AQUI para ler "10 Histórias Assombradas Ocorridas em Hospitais - Parte 01"

CLIQUE AQUI para ler "10 relatos de possessão demoníaca"
Comentários