10 de janeiro de 2014

Viajantes do Tempo não usam Redes Sociais

Um experimento para descobrir se viajantes do tempo poderiam se entregar em redes sociais, referindo-se a eventos que ainda não aconteceram, não conseguiu encontrar ninguém do futuro...

Viajantes do tempo, provavelmente não existem ou, pelo menos, eles não usam redes sociais, declarou uma equipe de cientistas.

Os pesquisadores previram que se os seres humanos no futuro tivessem descoberto uma maneira de voltar para o passado, eles poderiam deixar pistas em sites como o Twitter e o Facebook, mencionando inadvertidamente eventos que ainda não aconteceram.

O astrofísico Robert Nemiroff da Universidade Tecnológica de Michigan e sua equipe decidiram rastrear a internet na esperança de "trazer à tona" viajantes do tempo.

Eles selecionaram termos de busca relacionados a dois fenômenos recentes, o Papa Francisco e o cometa ISON, e começaram a procurar referências a eles antes de existir no Google, Bing, Facebook e Twitter.

No caso do Cometa ISON, não houve menção antes dele roubar a cena em setembro de 2012.

Eles descobriram apenas um post em um blog fazendo referência a um Papa Francisco antes de Jorge Mario Bergoglio ser eleito chefe da Igreja Católica em 16 de março, mas parecia mais acidental que premonitório.

"Nossa limitada pesquisa não deu em nada", disse Nemiroff. "Eu realmente não achei que daria. Mas eu ainda não encontrei alguém que fez uma pesquisa como esta."

"A Internet é essencialmente um vasto banco de dados, e eu pensei que, se viajantes do tempo estivessem aqui, a sua existência já poderia ter sido revelada de alguma outra forma, talvez, informando os números vencedores da loteria antes de serem selecionados. "

O projeto surgiu em consequência de um jogo de cartas no verão passado, onde Prof Nemiroff questionou se viajantes do tempo usariam as mídias sociais e como você poderia encontrá-los.

"Nós tivemos uma pequena discussão sobre o tema", disse o professor Nemiroff

Por último e talvez o mais engenhoso esforço, os pesquisadores criaram um post em Setembro de 2013 pedindo aos leitores para enviar e-mail ou tweet com uma das duas mensagens em Agosto de 2013 ou antes - "#ICannotChangeThePast2" ou "# ICanChangeThePast2".

No entanto, ninguém respondeu à consulta.

A equipe realizou seu estudo por conta própria, sem financiamento.

Seu trabalho "Pesquisando na Internet a evidência de Viajantes do Tempo", com co-autoria de Prof Nemiroff e a estudante de física Teresa Wilson, será apresentado na reunião da Sociedade Americana Astronômica, em Washington D.C.

Tradução: Mateus Fornazari

Fonte:
Telegraphy.com.uk
Comentários