8 de janeiro de 2014

Minha História Assombrada: Ela se foi, deixando um presente...

Olá pessoal! Vou relatar um acontecimento muito forte e triste, mas que me trouxe no futuro grandes alegrias.

Há alguns anos eu tive uma gravidez complicada. Por ser muito jovem e inexperiente eu a perdi no terceiro mês... É engraçado que com três meses de gravidez eu já sabia o sexo do bebê, eu fiz aquelas brincadeiras de antigamente da colher e do garfo, e deu uma menina. Dias depois eu fiquei tão nervosa e acabei tendo um aborto... Caí em depressão. Não conseguia comer, eu chorava muito. Já tinha umas roupinhas, pois tinha certeza de que era uma menina, mesmo com apenas três meses.

Passaram-se dias, meses... aos poucos fui me recuperando. Passado um ano (que seria exatamente a idade dela) tive um sonho:

Eu chegava em um lugar como se fosse nas nuvens e uma mulher vinha com uma criança andando bem devagar. Eu não via o rosto da mulher, mas via o da menina, era a minha filha! Perninhas grossinhas, cabelinho preto cacheado como o do pai dela, meu ex noivo. Brincamos bastante, abracei ela com toda minha força, mas ela teve que ir embora, novamente a mulher apareceu e a levou.

Nisso eu acordei chorando, desconsolada, mas agradeci tanto a Deus por ter me dado tal oportunidade!
Passado uns cinco a seis anos ela veio novamente em meus sonhos...:

Entrava pelo portão de minha casa e me abraçava tão forte dizendo "Oi mamãe, sou eu!". Eu não sabia na hora quem era, mas eu abraçava e deixava ela no meu colo o tempo todo, tão carinhosa, meiga... daí eu sentia que era minha filha, mas de novo tive que acordar.

Bom, passou. Vim morar em São Paulo e conheci meu esposo, nos casamos e um ano depois fiquei grávida. Nisso minha primeira filha deveria ter uns 10 anos, e ela novamente veio em meus sonhos, mas para se despedir:

Ela disse que eu teria uma grande companhia que cuidaria de mim, me amaria e seria uma boa criança. Eu nem sabia ainda que estava grávida. E disse que o tempo dela tinha acabado. Ela era minha cara quando eu tinha a idade dela. Bom, ela ficou comigo e saímos do quarto. O fato ocorria em minha casa... Saímos do quarto e entramos em um cômodo cheio de crianças pequenas e grandes, ela estava com o semblante triste, então ela me abraçou e se foi, e desde então nunca mais sonhei com ela.

Quando minha filha nasceu no hospital vi uma fumacinha entrar pela porta do quarto quando meu pai e meu esposo chegaram, ela entrou, ficou do meu lado e sumiu em seguida. À noite, quando coloquei minha filha para dormir, novamente a fumacinha veio, desta vez pela janela, e ficou em cima do bercinho da minha bebê. Eu fiquei olhando e vi nitidamente por alguns segundos, daí ela sumiu...

Hoje minha filha está com um ano e dois meses, é amorosa, carinhosa comigo para a idade tão pouca que ela tem. Se eu fingir chorar perto dela ela vem e me abraça, passa a mãozinha em mim como se estivesse fazendo carinho. Sou feliz por ter este presente de DEUS e peço todos os dias a DEUS que onde estiver minha filha, que esteja feliz e fazendo alguém feliz. Eu a tenho em meu coração "e nunca irei esquecer de você, minha pequena, irei sempre amá-la!"

História assombrada enviada por Elissandra da Silva Gama (originalmente para o site Sobrenatural.Org)

* Minha História Assombrada trás para você relatos assustadores vividos por usuário do site AssombradO.com.br e Sobrenatural.Org - Veja com estes relatos que o mundo sobrenatural está a nossa volta e pode acontecer algo estranho com qualquer um! Tem algum caso e deseja que ele seja publicado? Então clique aqui.
Comentários