21 de janeiro de 2014

Contos Assombrados: O Homem que não tinha Sorte

Um homem achava que só tinha azar na vida. Passaram se os anos e o homem continuou achando que só tinha azar na vida. Quando seu último ente querido morreu, no caso seu irmão, ele decidiu que iria até o fim do mundo achar Deus.

Começou sua jornada, e logo no terceiro dia encontrou um lobo velho, estava acabado, e perguntou:

- Lobo o que faz aqui deitado? Sendo que tem um mundo maravilhoso para ser explorado?

- Estou muito velho e cansado, pode trazer um pouco de água para mim?

- Não posso, estou atrasado, tenho que ir até o final do mundo achar Deus e perguntar porque não tenho sorte.

- Então, pergunte a ele, o que eu faço para não morrer de fome e de sede. - Disse o lobo.

- Se eu tiver tempo eu pergunto. - O homem disse

Passaram-se anos e o homem encontrou uma pequena casinha no meio da selva. Chegou mais perto e de dentro da casinha saiu uma mulher maravilhosa e muito atraente.

O homem perguntou:

- O que você faz aqui moça, você é tão bonita, por que e se esconde aqui nesta floresta?

- Cansei da vida na cidade, e também cansei de terminar com centenas de namorados. Estou bem aqui.

- Com essa beleza toda você poderia até ser modelo, porque continua se escondendo aqui? Poderia estar bem casada, por que ainda é solteira?

- Ainda não achei o homem certo. Que tal passar a noite aqui?

- Não posso, tenho que ir até o fim de mundo achar Deus e perguntar porque não tenho sorte.

- Então pergunta pra ele porque eu não acho o homem certo.

- Tá, se eu tiver tempo eu pergunto.

Mais alguns anos se passaram e o homem achou um velho com um burrinho bem magrinho.

- Meu senhor, o que faz aqui?

- Estou tentando dar comida ao meu burro, pois ele tem de me levar a um lugar. Que tal se você pegasse a comida, a eu te levava junto para pegar o tesouro e repartiríamos no meio.

- Não posso, estou atrasado, tenho que ir ao fim do mundo encontrar Deus e perguntar por que não tenho sorte.

- Se você encontrar ele, pergunta como eu dou comida para meu burro?

- Se eu tiver tempo eu pergunto.

Anos e anos depois o homem chega ao fim do mundo e pergunta para Deus porque ele não tinha sorte, e Deus responde:

- Você teve muita sorte nessa jornada toda, mas não soube aproveitar, seja mais esperto meu filho e tudo se resolverá, já era para você estar muito rico e bem casado.

Na volta o homem encontra o mesmo velho com o burro, e o velho retoma a mesma oferta. O homem diz:

- Não posso senhor, eu tenho que correr, Deus disse que tenho sorte porém tenho de ser mais esperto.

E depois de alguns anos, acha a mesma mulher. A mulher pede para ele passar a noite e ele diz:

- Não posso moça, Deus disse que eu tenho sorte, porém tenho de ser mais esperto.

E novamente, acha o lobo e lhe diz:

- Vamos lobo levante-se, larga de preguiça, vá buscar comida se você continuar aí deitado irão te comer!

O lobo diz:-Tem razão.

NHAC

O lobo se levantou, bebeu água, voltou  para a floresta, e nunca mais se ouviu falar do homem que não tinha sorte.

FIM!

Conto enviado por Erik Toth Barros

* Tem algum conto e deseja que ele seja publicado? Então clique aqui.
Comentários