27 de janeiro de 2014

A Lenda de Rosângela

Esta é uma lenda que conta um mistério, de uma garota que vamos chamar de Rosângela. Ela era uma garota intelectual, mas tinha muitas inimigas. Vamos a lenda: 

Rosângela era uma garota muito inteligente. Ela amava a literatura; sua matéria favorita era Redação. Porém, a garota intelectual tinha muitas inimigas invejosas. Rosângela não se importava com sua aparência, ela sabia que o seu dom era outro. Rosângela cresceu, sempre amando a literatura. Ela fez belíssimas poesias, e outras coisas. Publicou tudo no seu site pessoal. Uma pessoas que sempre frequentava seu site era a sua maior rival, Fernanda. Fernanda simplesmente ardia de inveja. Até que um dia viu uma espécie de livro que Rosângela publicou no site, percebeu que seria um estouro se ela não agisse. Rosângela controlava todo o seu site por uma biblioteca, em que os computadores eram públicos. Com muita facilidade veio Fernanda e roubou todas as poesias, textos, tudo do site de Rosângela; salvou num disquete e deletou todo o conteúdo do site original. Então, dirigindo pelas ruas, ela viu Rosângela e percebeu que teria que matar a pobre garota. Se ofereceu para dar uma carona a Rosângela, que aceitou. Minutos depois Rosângela percebeu que ela estava indo para outro lugar. – Ué, pra onde você está indo? – Rosângela estranhou o percurso de Fernanda. – Você verá, querida. Só precisa ficar quietinha – Fernanda continuou dirigindo, até parar num lugar deserto. Naquele lugar havia uma casa abandonada há anos. Ela chamou Rosângela para entrar. Rosângela, ingênua, entrou. Fernanda pegou a arma e deu dois tiros em Rosângela, no peito. Rosângela morreu naquela tarde, de jeito revoltante e covarde. Fernanda saiu correndo dali. Então, depois disso, ela foi para casa. Se certificou que o site de Rosângela não estivesse mais no ar e começou a fazer o seu.

Exatamente um mês após isso, o site de Fernanda estava pronto. Nele haviam todos os textos de Rosângela. Por falar em Rosângela, ela foi dada por desaparecida. Ninguém jamais foi naquela casa abandonada; Fernanda tinha tudo para ter um final feliz. Mas então aconteceu uma coisa que arruinou tudo. O site de Fernanda estava muito famoso; tinha até um local em que as pessoas poderiam manifestar suas opiniões. Nas opiniões só haviam coisas boas. Todos elogiavam os textos, e estranhavam porque Fernanda não colocava mais textos. Um destes frequentadores era Fábio, um rapaz que entrava todo dia no site para ver, esperançoso, se haviam novos textos. Até que um dia apareceu o seguinte texto, no local das opiniões: “Cara Fernanda. Eu sou a Rosângela e você me matou; estou muito triste com isso, você acabou com minha vida. Pois, além de me dar carona e me levar na casa abandonada na conhecida Rua da Tristeza, me assassinar covardemente, deletou meu site, que era muito acessível na biblioteca pública. E copiou meus textos! Eu queria que você colocasse o MEU nome aí, cara Fernanda. E para os leitores atentos as opiniões, por favor, queria que fossem naquela antiga casa do prefeito. Meu pobre corpo está lá, abandonado. Morri às 15:00 da tarde, covardemente, com dois tiros no peito...” Fernanda leu este comentário e logo ficou gelada. Por azar um rapaz havia lido tudo e salvado num programa de computador. Fernanda deletou o site, destruiu os disquetes e nunca mais quis saber de Rosângela. O rapaz que leu o texto vai ser chamado de Fábio, como coloquei logo acima. Ele leu tudo, e descobriu que morava na mesma cidade que Rosângela e Fernanda. Ele ligou para a polícia, mostrou todos os textos e, muito infeliz, chegou à conclusão que Fernanda, a garota que ele tanto admirava por “seus” textos, era uma sem-vergonha sem talento algum.

A polícia achou o corpo, que estava incrivelmente conservado. Estudos acusaram que o corpo estava sem vida há mais de um mês. A polícia não achou explicação, e Fernanda não foi presa ou coisa do gênero. Mas Fábio, revoltado, criou vários sites de diversos servidores e em várias línguas, para outros países, inclusive o Brasil. O site era em homenagem a Rosângela. Nele haviam todas as obras de Rosângela, fotos gentilmente cedidas pela família, e até aquele misterioso comentário.

Graças a um amigo fui a esse site, e achei muito bom. Foi graças a ele que pude escrever esta lenda. Um dia desses o site sumiu, Fábio também sumiu. Segundo algumas pessoas Fernanda foi para outra cidade com a família. Segundo outros ela foi assassinada. Alguns dizem que Fábio mudou-se e resolveu deletar o seus sites. Outros dizem que Fábio fez outro site, mas dessa vez sem tocar no assunto “Rosângela”. A morte dela foi revoltante. Dizem que a família foi morar na Inglaterra e estão muito bem de vida.
Comentários