24 de dezembro de 2013

O Boneco do Papai Noel


Por Dina Nascimento

Eu tive uma infância muito humilde,nunca ganhei presente de natal, nunca tivemos ceia de natal, muito menos árvore de natal, mas deixei de acreditar no espírito natalino.

Acho que foi por isso que me encantei tanto por aquele boneco, mesmo depois de adulta, quando o ví fiquei igual uma criança.

Era um boneco de Papai Noel, todo sorridente, e com um sininho na mão, quando apertava o botão ele balançava o sininho.

- Lindo! Amei! Mesmo! Vou colocá-lo na meia parede da sala... -  falei para minha patroa, que acabara de me dar o presente.

Levei ele para casa, e como disse, coloquei na meia parede da sala. Sabe aquela paredinha que divide a sala da cozinha? Como eu não tinha árvore de natal, ele ficaria ali, bem destacado, e ainda dava para vê-lo do meu quarto.

E era assim, a primeira coisa que eu via quando acordava era ele, quietinho lá em cima da parede. Até que um dia, quando acordei, olhei... ele não estava lá em cima da parede. Como que por instinto, deslizei o olhar para baixo e lá estava ele... o Papai Noel, no chão, em pé olhando pra mim... Mas não era o boneco, era um homem!!! Não um homem de estatura normal, ele era um anão! Ou seria um gnomo? Era igual o boneco: gordo, roupa vermelha, barba branca, o sino na mão... e estava ali, de pé, quase na porta do meu quarto. Mas era um anão, gente!!! Eu senti que meus cabelos começaram a se arrepiar a partir da nuca e foi subindo cabeça acima.

Quando ele percebeu que eu o estava vendo, ele saiu correndo na direção da cozinha, e eu garanto pra vocês que não foi um sonho, porque meus filhos dormiam no quarto ao lado do meu, então eu me levantei e fui atras. Tive medo que ele tivesse ido para o quarto deles. Olhei na cozinha, nada... Olhei no banheiro, nada... Olhei embaixo das camas das crianças, nada... Então acordei as crianças e perguntei se elas tiveram algum sonho estranho e elas falaram que não. Mesmo assim as coloquei para dormir na minha cama.
De manhã, a primeira coisa que eu fiz foi colocar o boneco no lixo.

Até hoje tenho trauma dos bonecos de Papai Noel. O máximo que coloco na minha casa no natal é um pisca-pisca e olhe lá!

Agora preste atenção: você já observou os bonecos que representam Papai Noel? Não é pisicose minha, todos eles são anões. Observe suas pernas como são curtas. Ou seriam gnomos?

Fonte: Sobrenatural.Org

Sugestões da nossa loja oficial, a LojaSobrenatural.com.br
Comentários