19 de dezembro de 2013

Bebê "Tocha Humana"

Um bebê indiano é vítima de um fenômeno amplamente aceito nos anos 1800, mas desde então recusado por experts: Combustão Espontânea Humana.

Imagine o seguinte caso, você está olhando para seu bebê e de repente ele começa a pegar fogo. Surreal? Não, pois isso está acontecendo com o pequeno Rahul. Seus pais alegam que de repente, o menino "pega fogo". E não foi só uma vez não, foram ao menos quatro vezes desde que ele nasceu. A notícia fez sucesso em agosto deste ano.

"Meu filho disse que o menino havia pegado fogo duas vezes enquanto eles estavam com os pais. EntãoEu fiquei de guarda, acordado até às 4 horas da madrugada, quando minha mulher acordou e revesou comigo. Uma certa noite, após três dias de sua visita, nós ouvimos o bebê gritando e encontramos um lençol próximo ao menino em chamas. O fogo logo engoliu a cabeça e o pescoço do bebê e nós o encharcamos com água." diz o avô do bebê, V. Perumal, de 75 anos. Ele complementa que seu filho e nora, são trabalhadores manuais e vieram para o vilarejo de Tamil Nadu com a criança na terceira semana de julho de 2013.

Rahul está cheio de cicatrizes provocadas pelo fogo.
A avó do bebê e esposa de Perumal, Ponamma, disse que sua cabana pegou fogo em 30 de julho, criando pânico entre os moradores. "Os moradores pediram aos pais para levar o bebê a um templo. Nenhum dos moradores nos deu alojamento. Passamos a noite na chuva, já que o telhado de palha fora demolido", disse Ponamma.

O casal de idosos negou as acusações de abuso infantil. "Como podemos torturar nosso neto?" Perguntou Ponamma. "Os pais do bebê também não lhe faria mal nenhum." A polícia disse que não recebeu qualquer queixa de abuso infantil. "Nós não recebemos qualquer queixa ou orientação do governo para investigar se é um caso de abuso de crianças", disse o superintendente da polícia Villupuram S. Manoharan.

Supersticiosos do vilarejo onde os familiares vivem acham que o menino está possuído por maus espíritos. Um grupo de residentes de T Parangani se dirigiram aos pais da criança, P Karna e Rajeshwari, pedindo para que eles deixassem o povoado e que ficassem em um templo até a criança ser "curada". Rajeshwari levou Rahul a um templo em uma aldeia próxima, Brammadesam, no dia 5 agosto e ficou ali até os oficiais do distrito, decidirem mover o garoto a Chennai para melhores cuidados médicos.

Médicos examinam o pequeno Rahul
Ele foi levado para o hospital Kilpauk Medical College and Hospital onde o pediatra Dr. Narayana Babu fez uma série de exames para comprovar as funções vitais de Rahul. "Recebemos alguns dos resultados de prova e o fígado da criança e os rins parecem bem. Os resultados dos raio-X, não mostraram nenhum dano em seus ossos" disse o pediatra.

Os resultados das provas preliminares não mostraram nenhuma anormalidade - ou qualquer razão para o menino padecer de repetidos surtos de combustão espontânea.

Os relatórios de sua condição têm gerado um debate entre doutores sobre combustão humana espontânea, com alguns declarando que é uma possibilidade e outros recusando completamente a teoria.

A combustão espontânea humana é um fenômeno muito raro e somente uns 200 casos ocorreram no mundo até hoje. Fiz uma matéria especial sobre alguns casos modernos que você pode ver aqui.

Para você, o pequeno Rahul é vítima da combustão humana ou existe outra explicação? Deixe sua opinião nos comentários.

.
Tradução/Adaptação: rusmea.com & Mateus Fornazari

Fonte:
http://articles.timesofindia.indiatimes.com/2013-08-13/chennai/41372098_1_baby-child-abuse-rahul

CLIQUE AQUI para ler "5 Casos Recentes de Combustão Humana"
CLIQUE AQUI para ler "A Incrível História de Roona Begun"
Comentários