11 de novembro de 2013

O Misterioso Clube Hellfire

Formado por um bando de aristocratas que se entregava a orgias profanas e talvez a rituais de magia negra, o Clube Hellfire tinha como sede um covil secreto, projetado para se parecer com uma caverna que levava para o inferno e se encontrava abaixo de uma igreja católica, ambos construídos por Sir Francis Dashwood.

Igreja São Lourenço, santo patrono das prostitutas. Construída por Sir Francis Dashwood, o homem que escavou as cavernas de Hellfire. As cavernas ficam 30 metros abaixo desta igreja (Foto Crédito: Blather.net/ Dave Walsh Photo)
Localizada no sudeste da Inglaterra, a grande e temida cidade de Londres sempre teve uma reputação de iniqüidade. No séc XVII, quando 80% da cidade ardia em um grande incêndio, alguns acreditavam que era a ira de Deus. Eles diziam que o ano 1666 era a prova de que o anticristo estava solto no mundo. Mas enquanto os pobres se preparavam para o apocalipse, sociedades secretas lideradas pelas classes dominantes se divertiam como se não houvesse amanhã. E alguns suspeitavam que a sua diversão decadente incluía orgias regadas a álcool e celebrações a Satã.


Sir Francis Dashwood
Andando pelas ruas de Londres hoje, é difícil imaginar que a Londres do séc XVIII podia ser um lugar brutal e caótico pra se viver. Mas o vício e a devassidão não eram exclusivos aos cortiços da cidade. De fato, alguns dos nobres mais seletos de Londres eram membros de sociedades secretas, grupos de aristocratas embotados em busca de emoções, dando festas loucas. Mas quando se cansaram das orgias, alguns se voltaram para atividades mais sinistras, e a única maneira de evitar os olhos curiosos de uma cidade apinhada era sair dela e ir para o subterrâneo.

A 58 km de Londres, a cidade de West Wycombe era o quartel general subterrâneo do Clube Hellfire (em português, Fogo do Inferno). Formado por um bando de aristocratas que se entregava a orgias profanas e talvez rituais de magia negra.

Em uma campina a cerca de 2 horas de Londres existe uma igreja no topo de um morro, construída por Sir Francis Dashwood, que foi o homem que escavou as cavernas de Hellfire. As cavernas ficam 30 metros abaixo da igreja. A igreja leva o nome de São Lourenço, o santo patrono das prostitutas. 

A igreja tem como adorno não uma cruz, mas uma grande bola dourada. Dentro dessa bola seria o local onde os supostos membros do clube Hellfire jogavam cartas! 

A "bola" dourada que adorna a igreja (Foto Crédito: Blather.net/ Dave Walsh Photo)
Embaixo da igreja existe uma série de túneis e câmaras onde o Clube Hellfire se reunia, mas ainda não se sabe exatamente o que eles faziam naquele lugar escuro.

Sir Francis Dashwood e todos os outros membros do Clube Hellfire desciam uma rampa para entrar e participar das cerimônias e rituais.

Todo o local foi escavado à mão, apenas com pás e picaretas. Os túneis começaram como uma mina de greda em 1749, encomendados por Dashwood para oferecer trabalho para os agricultores locais que tiveram uma colheita ruim. Mas em alguns anos Dashwood havia começado a transformar as minas em outra coisa. Um covil secreto, projetado para se parecer com uma caverna que levava para o inferno

A passagem principal se estende por mais de 800 metros abrindo-se em câmaras maiores, sendo a maior o Salão de Banquetes de 117 metros quadrados, antes de terminar em uma piscina de água.

Nos idos de 1700 um barqueiro secretamente fazia a travessia de membros do clube através desse chamado rio Estige até a entrada do ultra secreto templo interior. A disposição confusa dos túneis era intencional. Sir Francis e os membros de seu clube tinham reputações a proteger. Sir Francis era um aristocrata membro do parlamento e grande amigo de Benjamin Franklin, que também freqüentava o local ou qualquer lugar onde houvesse uma reunião do clube Hellfire, juntamente com outros amigos de Dashwood, todos nobres da época, outros membros do parlamento, juízes e aristocratas.

A entrada para o Clube Hellfire à noite. Note o crânio no centro da fotografia (Foto Crédito: Blather.net/ Dave Walsh Photo)
Um dos Túneis que levam ao clube (Foto Crédito: Blather.net/ Dave Walsh Photo)
Embora todos os registros do clube tenham sido queimados após a sua ultima reunião em 1774, numerosos relatos de segunda mão afirmam que Dashwood nomeou a si mesmo primeiro Abade do clube, e os 12 membros fundadores eram os apóstolos. Eles bebiam, jogavam e freqüentemente levavam prostitutas a quem chamavam de “freiras”. Alegava-se até que muitas mulheres da nobreza serviam voluntariamente como altares vivos durante as missas negras. Uma versão perversa e satânica das cerimônias cristãs. Mas o clube queria fazer pouco da religião ou realmente invocar Satã? 


O Salão de Banquetes (Foto Crédito: Blather.net/ Dave Walsh Photo)
Isso é muito estranho. Porque esses homens eram os mais poderosos da Grã Bretanha naquela época e iam até os túneis pra se divertir de maneira ritual. Por que eles faziam isso? Poderia ser apenas um clube de diversão dos ricos, uma espécie de clube da fantasia. Mas se Dashwood e seus camaradas fossem apanhados realizando uma missa negra eles cairiam em desgraça! 

Algumas das faces esculpidas nas pedras da caverna: 1. Um simples rosto humano? 2. Um demônio? 3. Um crânio esculpido na pedra. 4. Seria um mago? 5. Uma face com uma cruz na testa. (Foto Crédito: Blather.net/ Dave Walsh Photo)
Inscrição na rocha: "Lord Luxford". Quem seria?
(Foto Crédito: Blather.net/ Dave Walsh Photo)
Crimes de sacrilégio eram considerados muito graves naquela época e eram cruelmente punidos. Dashwood se arriscou e desafiou o destino ao construir um clube de modo a imitar a entrada do inferno. Foram reproduzidos artificialmente detalhes de uma caverna para dar uma sensação cada vez mais exacerbada de profundidade, indo cada vez mais fundo no inferno, sem contar que o local está a 100 metros abaixo da igreja! É bizarro pensar que Dashwood construiu uma igreja pra Deus em cima, mas 100 metros abaixo poderia estar adorando Satã.

Manequins representando uma noite 
no Clube HellfireDashwood e alguns amigos 
(Foto Crédito: Blather.net/ Dave Walsh Photo)
No templo interior, o coração do complexo de cavernas, os novos membros do clube eram iniciados. Se realmente houveram rituais satânicos, eram ali que aconteciam. Todos os caminhos levam a esse lugar, mas ninguém sabe exatamente o que acontecia ali. Porém, sabe-se através de relatos verbais passados de um ao outro que havia pentagramas desenhados no chão e entoação de cânticos em invocação ao demônio. 

É meio suspeito que homens com essa “estatura” na sociedade colocariam sua reputação em risco, permitindo às pessoas especularem sobre o que acontecia ali embaixo.

"Sir Francis Dashwood e Suas Devoções", representado numa pintura de William Hogarth. Segue a descrição do quadro: "Este retrato, deliberadamente não-convencional e escandaloso retrata o famoso aristrocata libertino Sir Francis Dashwood. Dashwood estava envolvido em uma série de clubes aristocráticos que promoveram os prazeres da liberdade sexual, conhecimento especializado e paganismo. Neste retrato, Hogarth divertidamente faz uma paródia da Renascença que mostra imagens de São Francisco em oração em ambientes igualmente isolados, em contrapartida, Dashwood é representado olhando devotadamente para uma miragem de uma figura feminina nua que está sedutoramente diante de seus olhos. Enquanto isso, o halo acima da cabeça de Dashwood contém o sátiro - com o perfil de Lord Sandwich, confidente do aristocrata, retratado como se sussurrando ao ouvido de seu amigo e compartilhando seu olhar lascivo". (Foto e texto: tate.org.uk / Tradução: Ana Paula Lazarini Fornazari)

No entanto os boatos sobre o clube começaram a se espalhar e ficou perigoso demais continuar. Então, em 1774 o Clube Hellfire foi desativado. E quando Dashwood morreu de causas naturais em 1781 os segredos do clube se perderam para sempre. 
 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 

(Este texto foi baseado na fala de Don Wildman, apresentador da série Cidades Ocultas no episódio "Londres - Cidade Sangrenta", do The History Channel.)

Mais Fotos do local podem ser vistas no site Blather.net

Fonte:
Episódio Londres - Cidade Sangrenta, da Série Cidades Ocultas (The History Channel)
Fotos retiradas do site Blather.net, Dave Walsh Photo e Wikipédia

Esta matéria também está no site Sobrenatural.Org, no Blog Mundo LazaFornaza e na Edição nº05 da Revista Sobrenatural.



Comentários