20 de novembro de 2013

Minha História Assombrada: Casa Assombrada, Espírito Noturno

Este é meu relato enviado ao site AssombradO.com.br. Meu nome é Emerson Joffre, tenho 30 anos e divulgo este sinistro acontecimento e procurando respostas ainda hoje pelo ocorrido naquela noite...  

Próximo a casa de minha mãe, que é um lugar de certa forma afastado da cidade e muito arborizado, existem muitas áreas florestais. Esses lugares assim isolados, não sei porque, sempre me chamaram a atenção e mexiam com minha imaginação. Eu tinha muita vontade de explorar tudo e tal, mas não tinha muita coragem de fazer isso sozinho.

Quando meu primo Bill veio passar uns dias na minha casa (como era de costume, jogávamos futebol, videogame, afinal na época eramos adolescentes), surgiu a idéia então de explorarmos a mata e ainda teria que ser a noite. Peguei minha lanterna, levamos mochilas e logo no inicio da noite fomos explorar a floresta.
Vou assumir uma coisa: entrar numa mata fechada a noite é extremamente assustador!

No começo é fácil entrar, o problema é quando você está lá bem no meio da floresta, e o matos vão ficando cada vez mais altos e a dificuldade aumenta progressivamente.

Logo a brincadeira começou a ficar com um clima tenso, porque tentamos voltar pelo mesmo caminho por onde viemos, e naquele dia meu caro, isso se tornou impossível ,e até hoje não entendo o motivo de nos perdermos naquela mata, porque nem tínhamos andado tanto assim, mas naquela altura o objetivo tornou-se retornar para casa logo.

Andamos por horas e parecia que sempre voltávamos ao mesmo lugar e tal, até que num determinado momento encontramos um local onde havia uma grande área em forma de círculo, um local limpo, sem mato nem árvores, bem no meio da mata. Próximo a este local, havia uma casa velha de cor verde e parecia estar abandonada. Resolvemos entrar para ver se tinha alguém dentro, porque existia uma vela acesa que dava para ser avistada ao longe. Não tinha ninguém, apenas móveis muito antigos. Subimos a escada, e quando entramos no quarto surgiu um cheiro muito forte e esquisito.
Eu resolvi abrir a janela e tive muito trabalho, porque aquilo ali devia estar fechada há muitos anos. Tinha muito pó e comecei a tossir muito, mas quando consegui abrir a janela, tomei um tremendo susto porque avistei naquele circulo no meio do nada uma pessoa totalmente vestida de vermelho, dos pés a cabeça, e estava com uma vela e vindo em direção a casa onde estávamos.

Eu e Bill descemos desesperadamente as escadas na esperança de sumir de perto daquele lugar antes que o ser de vermelho entrasse e nos visse, porém foi nesse momento que o pânico tomou conta, quando um degrau da escada quebrou na hora que eu passei e caímos nós dois dentro de um buraco que parecia ser uma espécie de porão da casa, e para completar minha lanterna caiu, abriu, e as pilhas se perderam.

Caímos num lugar estranho, e como não tínhamos muitas opções, ficamos quietos por um bom tempo, e nada aconteceu, mas estávamos na escuridão. Com muito esforço passando a mão no chão eu tentava encontrar uma parte da lanterna que estava perdida, porque eu tinha na mochila pilhas extras para usar. Depois de alguns minutos consegui encontrar a parte que faltava da lanterna e quando acendi, imenso foi o nosso espanto: aquele porão era um cemitério oculto embaixo da casa!! Estava infestado de túmulos por toda a parte. Era assustador estar naquele lugar..

Não pensei duas vezes e corremos para sair do local pela escada, e nunca vou me esquecer do barulho atormentador de uma corrente que ouvimos vindo em nossa direção. Rapidamente subimos e fomos em direção a saída da casa. Quando saímos haviam cinco pessoas de vermelho segurando velas, e não sei exatamente o que faziam, porque estávamos tão apavorados que nem quisemos saber.

Corremos desesperados pela mata, ouvíamos uivos, gritos e muitos sussurros atrás de nós, como se nos perseguissem.

Só sei que depois de muito sacrifício conseguimos encontrar uma saída, mas fomos parar a uns 8 quarteirões da minha casa. Nos machucamos muito naquela noite tenebrosa e que nunca esquecerei.

Tive que contar tudo a meu pai que chamou a polícia. Relatamos o que vimos, porém quando a policia foi investigar, um incêndio devastou todo o lugar e nada sobrou. Mesmo depois de algumas investigações na época, não encontraram vestígios do tal cemitério.

Tenho certeza do que vi e também só eu sei dos pesadelos que tive depois daquele dia, mas o mistério daquela casa ainda precisa ser descoberto.

História assombrada enviada por Emerson Joffre

* Minha História Assombrada trás para você relatos assustadores vividos por usuário do site AssombradO.com.br e Sobrenatural.Org - Veja com estes relatos que o mundo sobrenatural está a nossa volta e pode acontecer algo estranho com qualquer um! Tem algum caso e deseja que ele seja publicado? Então clique aqui.

Olha, este relato me lembrou muito o caso contado por Marilyn Manson no Famosos e Fantasmas! Assistam abaixo:

Comentários