20 de novembro de 2013

Lançamento do Livro "Diário de um Exorcista"


Chegou a hora! Lançamento do Livro Diário de um Exorcista... E vocês estão todos convidados ;)

Está aqui o convite a todo o pessoal do blog AssombradO.com.br para o lançamento do livro Diário de um Exorcista, de Renato Siqueira e Luciano Milici.

LOCAL: 
Livraria Saraiva MegaStore
Shopping Vila Olímpia
Rua Olimpíadas, 360 - Vila Olímpia
São Paulo - SP
Dia 23 de novembro (sábado) às 16h

Será uma tarde gostosa, com coquetel e muitas surpresas. Vai ser um super lançamento e o livro virá com um DVD especial contendo o novo trailer do filme, erros de gravação, making off, trilha sonora e fotos.

Agora vamos saber mais a respeito desse trabalho...

Filme e livro nacionais sobre exorcismos reais apostam no pioneirismo e levam terror às telas e livrarias

Cineasta e roteirista Renato Siqueira, em parceria com escritor Luciano Milici, romanceia história de padre exorcista brasileiro. O Livro sai no dia 23 novembro e o longa-metragem com o ator Ewerton de Castro está com sua estréia programada para 1º semestre de 2014. O produção cinematográfica possui efeitos especiais nunca vistos no Brasil, diz Renato.

        Em 26 de dezembro comemora-se 40 anos da estréia do filme O Exorcista – que à época causou o terror de muita gente ao mostrar uma menina possuída e sendo exorcizada por um padre. No dia 23 de novembro deste ano o terror está de volta, só que em versão brasileira. Inspirado na história de um padre exorcista brasileiro a Editora Évora - Selo Generale orgulhosamente lança o primeiro livro de Exorcismo no Brasil, escrito por Renato Siqueira e Luciano Milici.“Diário de um Exorcista” faz parte de um projeto onde será lançado livro e filme homônimo. O livro já está a venda pelo site da editora www.editoraevora.com.br. E a partir do dia 23 em todas as livrarias.



Vampiros, anjos e bruxas. A literatura nacional de ficção fantástica costuma variar sobre os mesmos temas, constantemente espelhando o mercado literário internacional. Da mesma maneira, as produções cinematográficas nacionais dos últimos anos seguem apostando no realismo cru das comunidades carentes, policiais cariocas e traficantes.

Na contramão da tendência – e ciente da carência do público brasileiro – o cineasta e roteirista Renato Siqueira, 33, e o escritor Luciano Milici,38, adaptaram, simultaneamente, a mesma história para o cinema e a literatura. “Após muita pesquisa e entrevistas, chegamos a uma narrativa que caberia tanto às letras quanto ao audiovisual”, comenta Siqueira que produziu o longa-metragem em parceria com a produtora Deus Ex Machina.

A história de vida de um padre exorcista brasileiro que enfrentou dezenas de casos de possessão demoníaca no País transformou-se em livro pelas mãos de Luciano Milici e Renato Siqueira que pesquisaram o contexto social e político da época do protagonista para apresentar ao leitor um cenário plausível. “A vida do padre e seu envolvimento pessoal com as entidades sobrenaturais desde a infância atravessam o tempo e passam pelas intensas mudanças do cotidiano interiorano dos anos 1950 e 1960”, diz Milici.


O tema exorcismo já havia sido explorado pelo cinema nacional uma vez, quando o cineasta José Mojica Marins dirigiu, em 1974, o longa “Exorcismo Negro”. A diferença, no caso, é que a obra do eterno Zé do Caixão tratava-se de uma ficção e o rito explorado nele é diferente. Já a versão cinematográfica de “Diário de um exorcista”, nome do filme e do livro a serem lançados neste ano, tem base na vida real. Já no caso de livros, não há registro de obras brasileiras editadas sobre o tema, ficção ou não-ficção. Por esta razão, a dupla aposta na aceitação do público nacional consumidor de terror.

Adaptações e diferenças entre o filme e o livro
Siqueira ressalta que há diferenças nas versões impressa e filmada da história: “Respeitando a biografia real, adaptei para o cinema o que era mais relevante e aterrorizante, trazendo para o presente fatos que se passaram há cinquenta ou sessenta anos”. Segundo o cineasta, a vida do padre e tudo o que foi coletado de informação daria uma trilogia. Já para o livro, foi possível detalhar um pouco mais. “O livro é uma mídia que permite uma carga maior de informações e verticalizações, já o filme é mais rico ao trazer em imagens aquilo que me esforcei para descrever junto com o Renato”, acrescenta Milici.
Au! Acho que agora o demônio sai... :)
Não pense que o livro e o filme “Diário de um exorcista” estão repletos de cabeças girando e vômito verde. A ideia foi ser fiel ao que os entrevistados narraram, priorizando o desespero, a aflição e o medo dos possessos e suas famílias, além da preparação e tensão que os padres enfrentam ao encararem a responsabilidade sagrada, segundo eles.

“Há uma terrível realidade oculta que a ficção evita mostrar”, ilustra Siqueira, mostrando que o primeiro trailer do filme, disponível no Youtube há um ano, teve, em sua semana de estréia, mais de 120 mil visualizações. Atualmente, mais de 500 mil pessoas já assistiram.

Sigilo e “O Exorcista”
Apesar de real, a história contada em livro e filme manteve as informações inidentificáveis. “As famílias dos envolvidos permitiram gravações das entrevistas e forneceram documentos, mas solicitaram a garantia de sigilo”, afirma Siqueira. Um contrato foi firmado assegurando que ninguém poderia ser identificado e que tudo, roteiro do filme e livro, deveriam passar pela análise prévia de um advogado indicado pela família antes de serem divulgados. “Tremi ao ler a cláusula da multa, mas dependendo do impacto, farei de tudo para convencer a família a permitir a quebra de sigilo, é uma história muito interessante para ficar presa à ficção”, ilustra Milici, que ressalta que a fase final do livro se passa em 1969, dois anos antes de William Peter Blatty lançar “O Exorcista” e quatro antes do filme ser produzido.

“Já ocorriam possessões e exorcismos, mas para os envolvidos na história, aquele terror era impensável. Depois do filme, uma pessoa girar o pescoço deixou de ser surpreendente como deve ter sido para o padre e seus familiares, na época, que não tinham referência”, diz Renato Siqueira que também apresenta um dado interessante: “O livro e o filme de Blatty foram baseados em uma possessão real ocorrida em 1949. O padre mais velho, mentor de nosso protagonista, narrado em ´Diário de um exorcista´ conheceu o verdadeiro exorcista responsável pelo caso que, no cinema, foi chamado de Padre Merrick”.

Apesar de popularizados, os exorcismos da Igreja Católica só podem ocorrer mediante aprovação prévia de um Bispo. Uma das razões da exigência do sigilo é o fato de que alguns exorcismos foram realizados sem o consentimento da igreja. “Outro fato polêmico é o chamado Ritual da Cruz, apresentado no filme e descrito em detalhes no livro”, diz Milici sem dar maiores detalhes para assegurar a curiosidade.

Renato Siqueira e Ewerton de Castro em cena.
Ewerton de Castro
Para a versão cinematográfica, o renomado ator Ewerton de Castro interpretou o Padre Pedro Biaggio, primeiro mentor do jovem protagonista. “O Ewerton afastou-se temporariamente da dramaturgia assim que gravamos. Se ele não retornar, ´Diário de um exorcista´ terá sido seu último trabalho”, diz Siqueira. O filme conta com elenco e equipe experientes, além de equipe técnica e maquiadores especialistas.

Editora e Zumbis
O livro sairá pela Editora Évora, Selo Generale. Apesar de jovem, a editora tem grande experiência em livros técnicos e pioneirismo na ficção. Foi a primeira editora a lançar um livro sobre zumbis escrito por um autor nacional. “Apocalipse Zumbi”, de Alexandre Callari, foi um sucesso e já está no segundo volume da saga. O trailer de “Apocalipse Zumbi 2 – Inferno na Terra” também foi produzido e dirigido por Renato Siqueira e é sucesso de visualizações no Youtube.

Sobre a editora, Luciano Milici afirma: “A Évora publicou meu livro anterior ´A página perdida de Camões´ e gerou toda uma plataforma de conhecimento como site, trilha-sonora e trailer para o livro. Eles são ousados e costumam apostar nos autores nacionais. Atualmente realizo palestras e entrevistas sobre o tema Camões por conta disso”.

Amizade e parceria
Renato Siqueira conta que a amizade entre ele e o escritor Luciano Milici começou em um projeto anterior: “O Luciano me convidou para fazermos o primeiro trailer de livro realmente bem produzido, com atores reais, roteiro, iluminação, efeitos e edição de cinema. Assim começou uma parceria que, com certeza, envolverá muitos outros projetos”, relata o cineasta, referindo-se ao book trailer de “A página perdida de Camões”.

Assista ao Trailer Oficial:



Para saber mais:
Site oficial: http://www.diariodeumexorcista.com.br/
Fan-page: https://www.facebook.com/DiarioDeUmExorcista
Trailer Oficial:  https://www.youtube.com/watch?v=wQLF4iB3XsY 
Luciano Milici: http://www.lucianomilici.com

CURIOSIDADES ASSUSTADORAS NA CRIAÇÃO DO FILME E DO LIVRO:

- Em uma das cenas de exorcismo, um abajur começou a balançar misteriosamente. Não havia vento ou contato físico. Essa perturbação só foi percebida dias depois, na edição. A lâmpada desse mesmo abajur explodiu dias depois.

- Durante uma das entrevistas com um padre exorcista, Luciano e Renato captaram um sussurro que, segundo o técnico de som da equipe, foi um vazamento causado pela interferência de uma rádio próxima.

- Enquanto Renato Siqueira explicava uma cena a um dos atores, um vaso do cenário foi misteriosamente arremessado ao chão e espirrou cacos de vidro em todo o elenco.

- Uma das ex-possessas é funcionária do Serviço Funerário Municipal de São Paulo. Para entrevistá-la, Luciano e Renato precisaram encontrá-la após o expediente, que no caso dela terminava às 22h, no Cemitério da Consolação. A montagem do equipamento e a preparação dos materiais fizeram com que os rapazes saíssem do local às 2h da manhã.

- No único dia em que realizaram uma entrevista não gravada, Luciano e Renato levaram um assistente para anotar os pontos discutidos. Dias após a entrevista, o assistente voltou à casa do entrevistado para alinhar algumas informações e perguntou sobre uma incômoda estátua de coruja de olhos totalmente brancos que havia encima de um móvel, atrás do entrevistado. “Aquela estátua me assustou durante toda a entrevista”, disse o assistente. O entrevistado, homem sério e renomado, jurou que nunca houve estátua no local indicado pelo rapaz. Luciano e Renato também não se recordam de terem visto estátua nenhuma durante a entrevista.

- No quarto dia de gravação, duas quedas de energia quase impediram a gravação de duas cenas cruciais. Não foi detectado no bairro nenhum incidente pela companhia elétrica.

- Por duas vezes, o escritor e o cineasta receberam ligações não identificadas de pessoas anônimas pedindo para que o livro e o filme não fossem realizados.

- Nos testes, uma jovem atriz teve de representar uma mulher possuída. Assim que Renato Siqueira gritou “Ação”, a garota começou a se debater, xingar e gritar. Sua voz parecia modulada, pois estava realmente grave. A equipe, de início, gostou, mas de repente, a euforia da jovem tornou-se grotesca. Apesar dos pedidos de Renato Siqueira para que ela parasse, a atuação durou alguns minutos. Estranhamente, as luzes do estúdio se apagaram e, sem se intimidar, a jovem prosseguiu em seus espasmos e gritos. Membros da produção começaram a correr e a gritar com medo enquanto os urros a menina aumentaram. Assim que as luzes voltaram, a atriz cessou sua cena e perguntou como havia sido seu desempenho. Renato Siqueira agradeceu e disse que a contataria em breve, mas nunca mais a contatou. Sua equipe agradeceu.

FICHA TÉCNICA:
Contatos para apoio / patrocínio / distribuição:
TIM: (11) 9.8510.6288
Fixo: (11) 2539-9908 / 3932-5401
Email: renatosiqueira101@yahoo.com.br

DATAS DO LANÇAMENTO DO LIVRO E DO FILME:
Lançamento do Livro: 2º semestre de 2013
Escrito por Renato Siqueira e Luciano Milici.
Publicação: Editora Évora / Selo Generale
--------------------
Lançamento do filme: 1º semestre de 2014
Roteiro e direção geral: Renato Siqueira.
Produtora: Deus Ex Machina & JR Studios.
Duração: 1h30min

SABIA MAIS:
Entrevista com Renato Siqueira, cineasta de "Diário de um Exorcista"
''Apocalipse Zumbi - Inferno na Terra'' - Book-Trailer
Diário De Um Exorcista (2013)

CLIQUE AQUI para ler "O Exorcismo de Anneliese Michel"
CLIQUE AQUI para ler "O Exorcista: As 13 Maldições e o Verdadeiro Caso do Filme"
CLIQUE AQUI para ler "Harrisville: A História Real por Trás do Filme"
CLIQUE AQUI para ler "Trilogia Poltergeist: As Mortes e os Acontecimentos Estranhos"
Comentários