10 de outubro de 2013

Síndrome de Morgellons


Estranha doença de pele, incurável e por enquanto inexplicável. É uma das doenças mais misteriosas e complexas da última década: A Síndrome de Morgellons.

Muitas pessoas ao redor do mundo estão relatando sintomas que vão de feridas na pele até a sensação terrível de coceira, como se um inseto estivesse andando sob a pele. Mas o mais chocante, é que estes pacientes tiram uma espécia de filamento desconhecido das feridas.

O incrível é que para a medicina esta doença simplesmente não existe, apesar dos milhares de casos ao redor do mundo. Tanto que até o momento nenhuma pesquisa científica foi feita sobre a doença ou sobre os filamentos.

Quando os pacientes procuravam os médicos relatando os sintomas, não havia um nome definido. Ela só começou a ser chamada Síndrome de Morgellons por causa de Mary Leitão, mãe de um paciente cujo filho começou a exibir os sintomas. O nome é uma homenagem ao vilarejo francês onde os sintomas foram registrados a primeira vez.

Mary Leitão (centro) e seus filhos.
A síndrome parece estar mais concentrada no ocidente, com predominância nos EUA e Europa. Estima-se que a Síndrome de Morgellons já tenha atingido mais de 60 mil pessoas nos EUA, e 40 mil na Europa. Em 2012, somente nos Estados Unidos, foram registrados mais de 5 milhões de casos de consultas a clínicas com esse problema. Ela parece afetar mais mulheres do que homens e não é contagiosa.

Como não existe estatísticas confiáveis, não se sabe se mata, mas existe casos de invalidez registrados.

Para muitos doentes, o culpado pela doença é que o governo, e ele ignora propositalmente sua doença, pois realiza experiências secretas em pessoas.

Sintomas:

- Feridas na pele que não saram, acompanhadas de dores e prurido intenso

- Uma coceira terrível e uma sensação de rastejamento sobre a pele

- Fadiga intensa, dor nas juntas e nos músculos

- O mais incrível, filamentos coloridos que saem da ferida. Estes filamentos são tão poderosos que podem perfurar o cabelo e até a unha dos doentes.

Feridas nas mãos
Feridas nas pernas
Imagem do bando de dados do "Morgellons Research Group" mostra as feridas
Caraterísticas dos filamentos:

Ninguém sabe dizer, mas algumas pessoas estão investigando, e as principais conclusões estão listadas abaixo:

- Tamanho e formato: geralmente são filamentos que variam muito de tamanho, podendo ser milimétricos, e outras chegar 15 cm de comprimento. O formato na maioria das vezes se parece com fibras, mas em outras é como uma pulga, um casulo.

- Não são fibras de roupa. Muitos dizem que são as fibras de roupas usadas pelo paciente que ficariam presas na feridas da pele. Muito bem. É plausível, mas infelizmente não é isto. Exames realizados mostraram que a composição dos filamentos não bate com nenhuma fibra existente no mundo! Ainda não se sabe do que as fibras são feitas.

- Alta resistência ao calor. Os filamentos só queimam com temperaturas maiores que 1400º C! Ou seja, somente chamas industriais podem eliminá-los! Os doentes simplesmente não conseguem destruir as fibras, então eles guardam.

- Produzidas pelo próprio corpo. Alguns pesquisadores defendem que dá para ver os filamentos crescendo do tecido humano, como a microbiologista Marianne Middelven. Isto revela que eles devem ser feitos de compostos orgânicos. O teste para descobrir qual quais são estes compostos consiste em aquecer um composto, no caso o filamento, de 650 a 760 ºC, fazendo ele virar gás, e a máquina detecta o gás e compara em um banco de dados internos com mais de 100.000 compostos orgânicos. Bem, não foi possível queimar o filamento, portante chegou-se a conclusão que ele o filamento não é compatível com nenhum composto orgânico.

- Estrutura viva? Verificou-se através de estudos que estes filamentos contêm DNA e tem a capacidade de auto-replicação. Em muitos vídeos, pode-se ver as fibras mexendo na ferida! Especula-se que seja o movimento destes filamentos que causam a coceira terrível nos pacientes.

Estranhos filamentos que brotam das feridas. Não se sabe até hoje do que são feitos...
Imagem do bando de dados do "Morgellons Research Group" mostra filamento brotando da pele
Explicações sobre o que poderia estar provocando a doença:

- Provocadas pelos pacientes. Muitos médicos acreditam que nisto. Veja a opinião do russo Alexander Tsvetkevich para o Voz da Rússia (UVB-76 / MDZhB / "The Buzzer": A Mais Misteriosa Rádio do Mundo). Isto chega a ofender vários pacientes.

Em minha prática houve apenas dois pacientes com semelhantes “doença”. Ambos tinham a pele inchada nos locais das feridas. Entretanto eu relaciono isto em primeiro lugar com intensos arranhões da pele, pois sentiam uma coceira incessante. Com o exame visual não foi encontrado nenhum fio, de que os pacientes se queixavam. Nós realizamos análises clínicas mas também não encontramos parasitas. Eu acho que é um problema inventado. A coceira pode surgir em virtude de estresse nervoso, problemas no trabalho. E o que as pessoas aqui fazem quando adoecem? Elas, infelizmente, não vão ao médico, mas pedem ajuda na Internet, em virtude da falta de tempo. Caem em algum fórum onde especialistas duvidosos ou pessoas comuns lhes dão conselhos, como melhor se curar, sem ter nenhuma ideia do caráter da doença, não tendo a possibilidade de realizar um exame visual. Forma-se um círculo vicioso. As pessoas, tendo lido nos fóruns e histórias terríveis na Rede, fazem elas próprias os diagnósticos e depois acreditam neles tanto, que nenhum médico já pode convencê-las de que são saudáveis. Eu considero que a doença de Morgellons é uma doença psíquica, em primeiro

Histeria Coletiva. Muitas vezes é classificada como "Delírio Parasítico". Sugiro a leitura do texto In(mani)festação da mente

- Silício: isto mesmo, a toxicidade da silicio presente no silicone é a responsável pela síndrome de Morguellons. Isto explicaria porque mais mulheres do que homens tem a doença. É o que afirma o Dr. Rahim Karjoo do Morgellons Medical Center.

- Bactéria vindo do espaço. Seria uma bactéria ainda não identificada, nunca observada, algo totalmente nova para ciência, e sua origem pode ser o espaço. Milhares de meteoritos caem do espaço em nosso planeta todo ano. Não lembra do que caiu na Rússia este ano? Mas este não deve ser o caso, pois os doentes são aleatórios, de vários locais do mundo. Se fosse uma infecção bacteriana seguiria um padrão logo após surgir.

Alimentos transgênicos: Alguns supõem que os fios se devem a mutações causadas por alimentos que contêm organismos modificados geneticamente.

- Nanotecnologia + Chemtrails. Poderia ser uma estrutura criada pela nanotecnologia que deu errado, muito errado e que está sendo Pulverizadas pelos chemtrials. Chemtrails são rastros químicos deixados nos céus pelas pulverizações realizadas por aviões, que voam a altas atitudes. Muitos acreditam que tem o consentimento dos governos e são usadas para deter o aquecimento global. É uma teoria interessante, pois quando ocorreram os ataques de 11/09/2001 nos EUA, o governo ordenou que por 3 dias nenhum avião decola-se. O que ocorreu foi algo inusitado: diminui significativamente nos céus dos EUA as nuvens e acabaram os chemtrais e contrails (rastros deixados por jatos) e o resultado foi um aumento na temperatura! A BBC fez um ótimo documentário sobre isto e fiz uma grande matéria na Sobrenatural.Org no ano de 2006 chamada: Escurecimento Global e recomendo sua leitura. Seriam estes Chemtrails que liberariam estas fibras e são elas que causam estas feridas nas pessoas. A teoria é interessante e existem vários documentários ótimos, que estão abaixo. Assista e fique arrepiado.


.
Onde procurar ajuda?

Infelizmente, esta síndrome não é reconhecida pela medicina, sendo que muitos pacientes quando procuram um médico que nunca soube do assunto, acha que ele está louco. É como chegar e dizer que está vendo fantasmas, ninguém leva a série.

Mas felizmente, existem alguns institutos e universidades que estão começando a estudar o estudo com o devido rigor científico em busca de respostas e de tratamento, como:


Randy S. Wymore, Ph.D. é professor assistente
 de farmacologia e fisiologia e assumiu o desafio de pesquisar
Morgellons na Universidade de Oklahoma
Morgellons Research Group

Center for Health Sciense da Universidade de Oklahoma

CARNICOM INSTITUTE: Research for the Benefit of Humanity



Imagens de Fibras:

Abaixo, várias imagens dos estranhos filamentos.




Imagem do bando de dados do "Morgellons Research Group"



Imagem do bando de dados do "Morgellons Research Group"
Imagem do bando de dados do "Morgellons Research Group"
Imagem do bando de dados do "Morgellons Research Group"
A única coisa que sabemos é que não existe nada semelhante produzido por tecnologia conhecida até o momento. Seria algo de outro mundo?

Fontes (Acessadas em 09/10/2013):
- Doença de Morgellons: terrível realidade ou psicose de massas?
- Sobrenatural.Org: Global Dimming (Escurecimento Global)
- Youtube: Doença causada pelos chemtrails : Síndrome de Morgellons
- Youtube: Nanotecnologia errada: doença MORGELLONS.
- Youtube: MORGELLONS - A doença da Nova Ordem Mundial
- Wikipedia.pt: Morgellons
- Wikipedia.En: Morgellons
- G1.com blog Espiral de Alysson Muotri: In(mani)festação da mente
- Pittsburgh Post-Gazette: Mom fights for answers on what's wrong with her son
- Top Secret Writers: Doctor Claims to Have Discovered Cause of Morgellons Disease
- Documentário Histórias Inacreditáveis, 1ª Temporada Episódio 5


CLIQUE AQUI para ler "Chandra Wisnu: O Homem Bolha da Indonésia"
CLIQUE AQUI para ler "O 'Satiro' de El Salvador"
Comentários