29 de outubro de 2013

Estátuas de Buda se Movem na Malásia

Algumas estátuas de budas estão movendo os lábios, olhos, mãos e as vezes emitindo luz no Centro de Serviço de Pu Xian, em Kuala Lumpur, a capital malaia.

Antes das estátuas de Buda moverem os lábios, alguns membros do Centro disseram ter visto um raio de luz penetrar as estátuas, e em seguida elas começaram a se mover, como se um sopro de vida tivesse sido injetado nelas”, disse Yang Ping, um budista do Centro, ao Diário Guang Ming.

O abade Tong Chew afirma que fenômenos como este têm acontecido várias vezes, “No início, as estátuas apenas emitiam luz, mas depois elas começaram a fazer barulho. As vozes das estátuas são particularmente altas e harmoniosas, e soam como se viessem de outra dimensão”, disse para o jornal chinês da Malásia, o Diário Guang Ming.

Várias pessoas registraram o fenômeno em seus celulares, e as primeiras imagens disponíveis no Youtube são de 2011. Até hoje o fenômeno está acontecendo.

Veja abaixo alguns vídeos mostrando as estranhas estátuas se movendo e emanando luz.


Repare na boca deste buda se movendo
.

Esta estátua começa a emitir uma luz azul
.

Veja os olhos e lábios que se mexem.
.

Outro vídeo mostra uma outra estátua mexendo os olhos e lábios.
.

Esta estátua de buda emite luz e mexe os olhos.
.
Verdade, fraude? Você decide...

Tenho publicado aqui no AssombradO.com.br alguns vídeos de estátuas se movendo, como a do Museu de Manchester, no Reino Unido, onde uma antiga estátua egípcia, feita por volta de 1800 a.C. e com aproximadamente 25 centímetros de altura, virou em 180 graus! Sozinha!

CLIQUE AQUI para ver "Estátua Andando Sozinha!"
Outra é o vídeo da estátua de um girafa que anda pela sala e que foi exibida na série "Minha História de Fantasma" no Biography Channel.

CLIQUE AQUI para ler "Estátua de Girafa caminha Sozinha pela Casa"
E ainda não acabou! Tem a Estátua da branca de Neve que pisca na cidade de VeraCruz - Venezuela

CLIQUE AQUI para ver "Estátua da Branca de Neve Pisca"
Fiquei sabendo destes Budas através do Jornal Chinês Epoch Times
Comentários