23 de julho de 2013

As Profecias de Kudan


Kudan ou Gudan é um monstro (youkai - entidade - duende) conhecido desde de tempos remotos no Japão. Seria uma criatura meio humana meio bovina, e na antiguidade teria o corpo de uma boi com um rosto humano, mas à partir da 2ª Guerra Mundial, surgiu o princípio de que o monstro também poderia ter o corpo humano com cabeça de vaca.


Há relatos do período Bakumatsu, (1853-1869) de vacas parindo o Kudan, que logo ao nascerem, teriam a faculdade de falar, embora morressem em seguida. O conteúdo das palavras do Kudan macho, eram previsões de terremotos, perda total de plantações, epidemias devastadoras, guerras e outros infortúnios terríveis, cujas previsões eram tidas como absolutas, porém, remediáveis desde quando se encontrasse o Kudan fêmea que nascia simultaneamente em outro lugar da região e esta pronunciava um esconjuro que anularia a previsão do Kudan macho, ou daria uma solução para evitar a tragédia.


Outros relatos dizem que o Kudan macho morre logo após terminar de contar as profecias e após isso, se teria até o pôr do sol para encontrar o Kudan fêmea, que também morre logo após terminar de falar.

O registro mais antigo do avistamento de um Kudan se deu no fim do período Bunsei (1818-1830) na província de Etchuu (Atual Toyama). No entanto, a criatura não era chamada pelo nome atual, mas sim por Kudabe. Certa vez um homem que tinha como ocupação a colheita e comércio de ervas da montanha, se deparou com um monstro com rosto humano que se apresentou como Kudabe. A criatura disse:

"À partir de agora, por muitos anos, haverá uma epidemia mortal que fará inúmeras vítimas. Porém, todo aquele que ver a minha figura desenhada, escapará da tragédia."

Como era de se esperar, o desenho portado como amuleto e o conceito, se espalharam como um rastilho de pólvora por todas as províncias daquele tempo.



Como Kudan mesmo, o registro mais antigo da criatura é do ano 7 do período Tempou (1836) em um tipo de jornal da época. Constava que na prefeitura de Tanba (Atual Kyoto) surgira um monstro com corpo de vaca e rosto humano. Nessa notícia, constava ainda que em 1706 (período Houei) havia aparecido uma criatura similar e em tal ano, a colheita fora abundante.

"Quem pregar o desenho de Kudan, protegerá a sua família de doenças, escapará ileso de qualquer tragédia e ainda terá uma colheita farta. Realmente é uma besta louvável." Dizia o artigo do jornal.

Mas contradizendo a notícia, essa aparição do Kudan em 1836, coincidiu com a Grande Fome de Tempou, um período desolador na história do Japão.

Foto do período Meiji (1868-1912) de um Kudan empalhado
Foto do último ano do período Taishou (1912-1926) e exibida em um museu com a legenda: "Possui duas cabeças, a de cima humana e a debaixo é de um boi, assim como o seu corpo"
Entrando na era Showa, houve um recuo quanto ao porte do desenho de Kudan como amuleto e houve mais destaque para as suas profecias.

Em 1930 (Ano 5 da era Showa), teria surgido um Kudan nas florestas da província de Kagawa prenunciando:

"Logo acontecerá uma guerra de proporções descomunais. Em seguida, uma doença contagiará a muitos. No entanto, quem ouvir esta profecia e em até 3 dias, comer arroz com feijões vermelhos e amarrar um fio no pulso, não se enfermará." 



Em 1933 esse rumor correu pelo estado de Nagano e como era de se esperar, houve uma grande quantidade de crianças almoçando arroz com feijão :)


Durante a 2ª Guerra Mundial, surgiram muitos rumores de profecias de Kudan, entre elas a de uma loja de tamancos localizada na cidade de Iwakuni, em que um Kudan recém-nascido em 1943 (Showa18), teria profetizado sobre o fim da guerra e de um outro que teria nascido em 1945 (Showa20) na cidade de Kobe dizendo que: "Aqueles que acreditarem no que eu digo e no prazo de 3 dias, comerem arroz com feijões vermelhos ou apenas feijões, se salvará de bombardeios."

Antes do terremoto e tsunami de Tohoku de 2011, houve boatos em alguns estados do nascimento de Kudan, e consequentemente de suas profecias sobre a tragédia, no entanto, nenhum desses relatos foi definitivamente comprovado.


Artigo feito com exclusividade para o site AssombradO.com.br pelo Rusmea.com
Tradução/Adaptação: rusmea.com

Fontes: 
http://ja.wikipedia.org/wiki/%E4%BB%B6
http://matome.naver.jp/odai/2134119799453544101
Sugestões da nossa loja oficial, a LojaSobrenatural.com.br
Comentários