24 de junho de 2013

Possuída e Inocente

Por Andressa Ryany

O fato aqui relatado ocorreu em Teresina-PI em minha casa. Apesar de não gostar de tocar nesse assunto resolvi dividir com os leitores do sobrenatural, já que me passaram segurança compartilhando fatos de suas vidas.

Era uma noite como outra qualquer e minha prima estava em minha casa, pois fora passar o fim de semana. Resolvemos ir dormir e dormíamos juntas no mesmo quarto, então ouvimos um barulho no portão, era o meu tio avisando que sua esposa estava sentindo fortes dores e que achava que era pra ter o bebê. Minha mãe e eu fomos buscá-las, ela e sua filha de 3 anos.

Quando chegamos em casa resolvemos que ela iria ficar em casa esperando que o dia amanhecesse para levarmos à maternidade, e então para descontrair começamos a conversar enquanto sua filha  brincava distraída. Enquanto isso, minha prima dormia, quando de repente ficou de quatro em cima da cama e começou a rodar e fazer movimentos como se estivesse cavando algo do chão. Nós que estávamos no quarto começamos a rir achando que era mais uma daquelas coisas de sonambulismo, mas infelizmente não era.



A minha prima nos olhou e começou a fazer um barulho estranho com a boca (como se fosse um cão raivoso) e pegou a criança de 3 anos que estava brincando e a jogou contra a parede. Não se conformando, partiu para a minha tia, eu entrei na frente, pois ela estava com dor e praticamente indefesa. Então eu tive que aguentar as consequências e fui agredida sem poder me defender, pois não queria machucar minha prima. Minutos depois ela parou, me olhou e me perguntou se eu estava louca e se eu não tinha o que fazer para estar gritando em uma hora daquelas, pois ela queria dormir.

Comunicamos à sua mãe no dia seguinte e ela resolveu levá-la a um centro espírita, o que a levou a descobrir que era a sua avó que precisava avisá-la de um dinheiro que havia sido enterrado.

Bom gente, se foi isso mesmo eu não sei, mas foi muito assustador e o que é pior, quando deu 9hs da manhã seguinte ela avisou a sua mãe que a criança da minha tia havia nascido e a mesma, curiosa, resolveu ligar confirmando que a criança realmente tinha nascido ás 9hs do dia 10 de fevereiro de 2004.

Minha prima ainda hoje não sabe do que aconteceu, pois não lembra de nada. Ela agora tem 13 anos e não tem mais problemas com isso.
Comentários