29 de maio de 2013

Dyatlov Pass: O Estranho Caso dos 9 Montanhistas Mortos

Por Ana Paula Lazarini Fornazari

Há milhares de anos, lugares da Terra tem a fama de serem malditos e malignos, e aqueles que preferem ignorar os avisos desapareceriam misteriosamente ou teriam mortes horríveis. Mas o que há nesses vários sítios ao redor do mundo que os torna tão perigosos? Que somente poucos corajosos ousaram visitá-los e menos ainda sobreviveram para contar a história...

"É um alerta às pessoas: Não entrem no lugar onde vivem os extraterrestres. Porque eles destruirão vocês"

Fevereiro de 1959 - Um grupo de nove alpinistas começa uma expedição pelos Montes Urais, na Rússia. Seu destino é uma montanha chamada Otorten, que na língua mansi local significa "Não vá até lá".







"Entre eles havia três engenheiros experientes, os outros eram estudantes. Eram todos jovens, acho que o mais velho tinha 37 anos. Já haviam feito outras expedições ao local, eram todos experientes, fortes, determinados."
Paul Stonhill
Nove alpinistas começam uma expedição pelos Montes Urais, na Rússia.


Na quarta à noite, uma nevasca obrigou o grupo a acampar numa área chamada Kholat Syakhl, que em mansi significa "Montanha dos Mortos".



"Era um lugar muito inóspito, muito estranho, muito difícil de permanecer. O vento era frio, congelante e havia pouca vida ao redor. eles decidiram passar a noite de 1º de fevereiro numa clareira, não muito longe do topo da montanha. Eles não queriam voltar para a floresta, a 1,5Km, porque levaria muito tempo e perderiam o dia."
Paul Stonhill
Dez dias depois, quando os nove aventureiros não chegaram ao seu destino, equipes militares de resgate fizeram buscas na área. Encontraram o acampamento abandonado e uma barraca destruída. Investigadores concluíram que a barraca fora cortada e rasgada a partir de dentro, e que os montanhistas pareciam ter fugido apenas de meias ou descalços.

Equipes militares de resgate fizeram buscas na área.

A barraca fora cortada e rasgada a partir de dentro.


"A barraca foi cortada por dentro com faca! Era absolutamente óbvio que nem animais, nem pessoas se aproximaram da barraca, ou seja, nada deste mundo se aproximou deles."
Mikhail Gershtein
Os montanhistas pareciam ter fugido apenas de meias ou descalços.
 "Algo os pressionou a fugir sem levar nenhuma roupa, nenhum suprimento. Agiram como se estivessem aturdidos, confusos."
Paul Stonhill
Os investigadores seguiram a trilha até a orla da floresta, mas o que acabaram encontrando era além da imaginação...



"Os nove estavam mortos. Foram descobertos por soldados soviéticos em vários estados que só podem ser descritos como de mutilação. Os corpos estavam queimados, alguns foram expostos à radiação, um montanhista teve a língua arrancada, estavam prematuramente envelhecidos. A pele deles estava laranja! O cabelo estava branco. O que podia explicar aquilo?"
Bill Birnes, J.D.,Ph.D.






"Três deles tinham ferimentos que podem ser causados quando alguém é atropelado por um carro veloz, mas eram ferimentos internos. As costelas estavam esmagadas, algumas penetraram os corações, mas as peles estavam intactas  Parecia que uma força havia sido dirigida a todos eles."
Paul Stonhill




"Uma força desconhecida atingiu os montanhistas, muito seletiva porque não tocou a neve, as árvores, nada ao redor."
Mikhail Gershtein
A explicação oficial foi de que os nove morreram de hipotermia, mas o investigador chefe se recusou a assinar o relatório e preferiu se retirar do inquérito.


O investigador chefe se recusou a assinar o relatório e preferiu se retirar do inquérito.


"Enquanto as autoridades locais investigavam, um dos chefes foi afastado rapidamente da investigação por ser muito meticuloso, e as autoridades queriam abafar o caso."
Paul Stonhill

Um dos chefes foi afastado rapidamente da investigação por ser muito meticuloso.

As autoridades queriam abafar o caso.
"As autoridades fizeram tudo para encobrir o caso, era praticamente proibido falar sobre o assunto."
Mikhail Gershtein
Os corpos foram enterrados em caixões de zinco para que ninguém os visse.
 "No final, os corpos foram enterrados em caixões de zinco para que ninguém os visse. As investigações haviam corrido, pessoas haviam visto o que acontecera e estavam assombradas com o que encontraram como a coloração dos corpos e tudo mais, e a notícia acabou vazando.  
Esse é um dos casos de assassinato mais misteriosos da ex-União Soviética. Estou certo de que foi assassinato, mas eles não foram mortos por nada que conhecemos, foram mortos por uma força desconhecida."
Paul Stonhill




Anos depois, membros do grupo de busca deram seu testemunho: Segundo eles, na noite do incidente estranhas esferas alaranjadas pairavam no céu.

Pessoas do local afirmaram ter visto objetos não identificados durante a noite da morte dos montanhistas.
"São observações de pessoal do local que viram objetos não identificados durante a noite da morte dos montanhistas. Eu acho que a ligação é clara."
Mikhail Gershtein
"É evidente. As esferas em si podem ser formas de vida. As esferas em si podem ser sondas extraterrestres."
Bill Birnes, J.D.,Ph.D.
"Com base na minha pesquisa da História Russa, esferas brilhantes sempre estiveram presentes, inclusive em áreas ermas como essa. Os habitantes sabem que existem, fazem parte da vida deles, não dão muita atenção à elas e rezam para que as esferas brilhantes não os incomodem  porque ao longo das eras a maioria dos contatos foi pacífica, mas de vez em quando, como nesse caso, alguma coisa da muito errado."
Paul Stonhill
Mas o que pode ter levado nove montanhistas experientes a fugirem desesperados de seu acampamento? E que forças estranhas podem ter causado mortes tão violentas? Os montanhistas podem ter sido atacados por seres extraterrestres, como alguns teóricos acreditam?




"Depois de mais de 30 anos investigando relatos sobre óvnis, eu só encontrei poucos casos em que os alienígenas atacaram pessoas como animais selvagens. Algumas dessas criaturas tinham garras e dentes, e saltavam nas pessoas, arranhavam, deixavam marcas de garras nelas, mas na maioria desses contatos os alienígenas ou as criaturas só querem se afastar dos humanos. Não há nenhuma interação."
Philip Imbrogno


"Pode ter sido inadvertido as esferas sondando a área onde os seres humanos estavam criaram um dano colateral. Talvez não quisessem fazer mal aos humanos, talvez não tenha sido um ataque, mas o poder dessas esferas, uma energia tão intensa que esses seres humanos envelheceram prematuramente, sofreram radiação e vários tipos de sintomas biológicos letais."
Bill Birnes, J.D.,Ph.D.


"Não é coincidência se óvnis foram relatados nos Montes Urais, na Montanha dos Mortos, no "Não vá até lá" etc. Porque eu acho que muitos óvnis vem para cá de uma realidade paralela e através de portais. E essa área pode ser um portal."
Philip Imbrogno

Segundo uma antiga lenda mansi, a Montanha dos Mortos, onde os nove corpos mutilados foram encontrados, foi assim chamada devido a um acidente semelhante em que nove homens mansis também foram encontrados mortos enquanto tentavam se salvar de uma inundação da antiguidade.

Conta uma lenda mansi que nove homens mansis também foram encontrados mortos enquanto tentavam se salvar de uma inundação da antiguidade. 
 Mas seria possível que os mansis e os membros da expedição fossem atacados e mortos por forças de outro mundo?



______________________________


.
Mais fotos sobre o caso Dyatlov Pass podem ser vistas AQUI.
Saiba mais sobre o caso Dyatlov Pass AQUI.

Vão lançar um filme sobre o assunto no dia 12/09/13. Saiba mais clicando aqui!!!!

Fonte:
Episódio Alienígenas e Lugares Malditos, da série Alienígenas do Passado  - The History Channel
Fotos retiradas do próprio programa.
Comentários