30 de abril de 2013

Nunca mais desafio o que não conheço


Por Claudio Guimarães

Moro em uma casa muito antiga, em que os antigos donos eram pessoas materialistas demais, e também muito fechadas e totalmente desprovidas de sentimentos para com o próximo.

Nesta casa existe uma escada no fundo que leva a um quarto, fora da casa. Certo dia, estava meio chateado com as coisas, que não estavam dando certo, e resolvi sentar no escuro, no último degrau da escada e comecei a praguejar.

Tenho 2 cachorros pastores que sentaram um de cada lado de cabeça baixa. Comecei a reclamar demais o porque de tudo aquilo acontecer, e comecei a desafiar o que quer que tivesse de ruim por lá. De repente, meus cachorros se levantaram e desceram a escada correndo e ficaram lá debaixo latindo para algo que estava atrás de mim. Senti um vento gelado e tive a certeza de que havia algo atrás de mim, mas não tive coragem de me virar. Desci devagar, comecei a orar e entrei em casa sem olhar pra trás

Sou espírita kardecista e sei que existem muitas coisas que não explicamos, mas o que senti aquele dia ali, foi algo além de um espírito de pouca luz.

Fonte: Sobrenatural.Org
Comentários