12 de abril de 2013

Conheça a "Ghost Box" - Um Dispositivo de Comunicação com os Espíritos

Existe um dispositivo ainda pouco difundido aqui no Brasil chamado Ghost Box ("Caixa Fantasma"). Trata-se de um rádio comum, modificado de forma que as estações mudam constante e rapidamente, "varrendo as rádios" e facilitando, dessa forma, que os espíritos que estiverem ao redor possam se comunicar conosco, respondendo a nossas perguntas em tempo real!

O que é a Ghost Box? Como ela funciona?
Dizem que Thomas Edison estava trabalhando em um dispositivo de comunicação fantasma – um tipo de Ghost Box, para entrar em contato com os mortos. No entanto, existem muitos especialistas em Edison que afirmam que isso é apenas uma lenda, um mito, que não é verdade. Dizem que ele não acreditava em vida após a morte, nem acreditava que espíritos e fantasmas pudessem ser contatados através de um dispositivo eletrônico. Seja qual for a verdade por trás de Edison, seu diário pessoal traz uma boa história e um belo pano de fundo para a Ghost Box.

Ainda mais curioso é o fato de hoje em dia algumas pessoas afirmarem que entram em contato com o próprio Thomas Edison através da Ghost Box! Mas muitos pesquisadores respeitados da recente tecnologia da Ghost Box ainda não conseguiram contato com o famoso inventor morto. Mas e aí? O que é uma Ghost Box? Calma... já chegamos lá...

O FVE evoluiu para a descoberta da Ghost Box
Frank Sumption, 
inventor da Ghost Box
FVE ou Fenômeno da Voz Eletrônica, foi descoberto na década de 1950 e tornou-se conhecido hoje graças a séries de TV que mostram vários investigadores paranormais usando gravadores de áudio para capturar as vozes de fantasmas e espíritos. E cada vez mais caçadores de fantasmas estão abraçando o dispositivo de comunicação de duas vias chamado de Ghost Box (também conhecido como Frank´s Box, nome do inventor).

Seguindo os passos do Spiricom, um dos primeiros dispositivos conhecidos de duas vias de comunicação utilizadas para preencher a lacuna entre o reino da terra e o reino espiritual, assim também a Frank’s Box foi o primeiro dispositivo que permitiu que os investigadores paranormais pudessem falar com os mortos.

Frank’s Box é uma Ghost Box, que por sua vez é um dispositivo construído a partir de um rádio comum modificado que faz uma espécie de varredura de forma rápida, aleatória ou linear, para frente ou para trás, nas estações AM ou FM. Sendo assim, as Ghost Box, como a Frank’ Box, criam trechos de áudio (oriundos de músicas, narrações, propagandas, enfim, o que estiver passando na rádio no momento da varredura) e ruído branco que os fantasmas e/ou espíritos podem usar para formar palavras em tempo real, do tipo “pergunta e resposta imediata”. 

Frank Sumption foi o inventor original da Ghost Box. Ele teve a ideia primeiro através de experiências com o software Stefan Bion’s EVP Maker feito para gravação de FVEs, e também foi inspirado por um artigo de outubro de 1995 da Popular Electronics Magazine que perguntou: "Será que os mortos estão tentando se comunicar conosco através de meios eletrônicos? Experimente estas experiências e veja por si mesmo". 
Revista que inspirou Frank a
construir a Ghost Box.

Uma Frank´s Box.
Atualmente Frank ainda faz experimentos e procura melhorar e atualizar seu projeto da Ghost Box. Hoje, a maioria das Ghost Box não varrem as estações de forma aleatória, mas preferem varrer de forma linear no AM ou estações FM. Isso não quer dizer que outras estações, tais como ondas curtas, tempo etc não estão sendo experimentadas por Frank e outros estudiosos de Transcomunicação Instrumental. Outros ainda desenvolveram suas próprias Ghost Box, como Paranormal System’s "MiniBox", Joe Cioppi’s “Joe’s Box” e o "PSB7 Spirit Box".

A descoberta do Radio Shack Hack
Radio Shack AM/FM 12-469
No final de 2007, outra descoberta foi feita por um engenheiro elétrico aposentado conhecido como Sum Duc. Sua descoberta foi apelidada de "Radio Shack Hack". Aqui está sua história: "Eu estava no Radio Shack (loja de aparelhos eletrônicos) procurando peças para um novo tipo de dispositivo de TCI em que estava trabalhando. Então vi o AM/FM 12-469 (um modelo de rádio comum) na prateleira e pensei: 'Aposto que consigo fazer este trabalho’. Eu não tinha ideia de que seria tão simples."

Desde aquela época, outros pesquisadores, como Mike Coletta descobriram como alterar a versão mais antiga do rádio AM/FM 12-470 Radio Shack também. Mike postou muitos dos seus vídeos no YouTube para ajudar os outros a fazer as suas próprias Ghost Box. E o legal é o fato de que muitos outros fizeram suas próprias descobertas e a tornaram públicas, como Frank Sumption, Joe Cioppi, Bruce Halliday, Steve Hultay, Sum Duc, Mike Coletta e muito mais.

A Ghost Box pode ser usada como dispositivo para captação de FVE, uma vez que eles podem ser gravados e posteriormente analisados em busca de mensagens de espíritos e fantasmas. No entanto, o que torna a Ghost Box original é que as mensagens são audíveis, seja através de alto-falante externo ou fone de ouvido, onde as respostas do outro lado podem ser ouvidas e respondidas ao vivo – como se você estivesse conversando com alguém pelo walkie-talkie

O dispositivo exige, porém, que o usuário treine um pouco seu ouvido para conseguir ouvir as mensagens que são trazidas, já que os ruídos e os bits de áudio podem ser às vezes um pouco perturbador. Mas depois de um certo tempo de experimentos com a Ghost Box, vai se tornar evidente que os ruídos de áudio e o ruído branco começarão a ser manipulados a fim de formar respostas às perguntas, frases e muito mais. Por este motivo, recomenda-se  gravar todas as sessões e ouvi-las mais tarde. Após a reprodução, poderá se surpreender com o que foi gravado no áudio!

Como funciona a Ghost Box?
A função da Ghost Box e como ela funciona parece ser afetada pela força dos sinais de rádio na área. Má qualidade do sinal reduz a capacidade dos espíritos e fantasmas para fazer contato através do dispositivo. Quando isso ocorre, talvez não haja número suficiente de bits de áudio para ser manipulado com sucesso para comunicação em tempo real. Isso indicaria que o reforço da antena sobre estes dispositivos pode melhorar os resultados do pesquisador, de acordo com Bruce Halliday.

No entanto, a maior discussão em torno da Ghost Box é a respeito “do quê” está vindo através destes dispositivos? São espíritos? Fantasmas? Demônios? Aliens? Nossos próprios pensamentos projetados? A pesquisa continua nesta área, mas muitos acreditam que todos esses, fantasmas, espíritos e seres de outro mundo estão fazendo contato através da Ghost Box. Pesquisadores já receberam tanto mensagens boas e positivas, como mensagens negativas e até xingamentos.

Isto poderia indicar que, talvez, a gama de “mensageiros” que são capazes de manipular o dispositivo em palavras audíveis é ampla. Alguns acreditam que existem espíritos de luz chamados "controles" ou "operadores" que trabalham para estabelecer contato e pode trazer outros espíritos e fantasmas para a conversa através da Ghost Box. Alguns destes mesmos operadores foram registrados vindos através de dispositivos Ghost Box diferentes, por pessoas diferentes, em diferentes localizações geográficas. Isso nos levaria a pensar que os operadores estão envolvidos do outro lado, a fim de tentar organizar uma grade de controle e funcionalidade.

Seja qual for o caso, parece que quem está se comunicando com o outro lado pode influenciar a qualidade e o tipo de resultado a ser experimentado através da Ghost Box. Pode ser também que aqueles que estejam gravando os melhores resultados sejam naturalmente médiuns, verdadeiramente conectados com o mundo espiritual independente e antes mesmo da existência de qualquer Ghost Box.






Considerações da autora:
O dispositivo Ghost Box me chamou muito a atenção já uns 2 anos atrás, mas como é pouco difundido aqui no Brasil, assim como as pesquisas no meio paranormal e consequentemente grupos sérios de pesquisa no meio, não encontrei nenhuma Ghost Box à venda por aqui, nem fui capaz de fazer uma, já que não entendo bulhufas de eletrônica.

Em sites americanos existem à venda essas Ghost Box prontas, ou seja, o rádio já modificado. Então o cara compra um rádio comum, faz o procedimento necessário nele e vende ele prontinho.

Portanto, se alguém aí se interessar em fazer uma Ghost Box, tiver entendimento em eletrônica e quiser se aventurar, escreva para nós! Se possível, faça um vídeo tutorial (totalmente brazuca) de como construir uma Ghost Box. Será um prazer publicar seus experimentos e seu tutorial!


Fonte: Angels & Ghosts
Tradução e adaptação: Ana Paula Lazarini Fornazari
___________________________________________

Para ver mais sobre Ghost Box visite estes links:

Angels&Ghosts - Como funciona a Ghost Box? (em inglês)















Comentários