3 de abril de 2013

A Lenda da Ligação para a Babá

Por Mariana Moreira

Uma das profissões mais dedicadas de hoje em dia são as das mulheres que dão sua vida (literalmente dizendo) para bebês indefesos. Num grande centro urbano todos querem trabalhar e assim fica difícil criar os filhos. E foi numa cidade assim que aconteceu um terrível crime que chocou vários moradores de um prédio de classe média.

Uma jovem adolescente conseguiu um emprego de babá num prédio, ganharia muito bem no novo serviço. Ainda estava cursando o colegial e precisava de um pouco de dinheiro para comprar o que queria e não precisar da ajuda dos pais para isso, ela também estava atrás do começo de sua própria independência.

Quando um estranho chama,
um filme inspirado nesta lenda urbana...
O casal que vivia naquele apartamento vivia muito feliz, ambos trabalhavam em grandes empresas. Tinham apenas um filho, recém nascido de alguns meses. A bela criança não podia ficar sozinha em casa, não possuíam parentes e tinham pouquíssimos amigos e mesmo que tivessem muitos não deixariam o bebê com eles. Eram também muito jovens, bonitos e não iam abrir mão do trabalho para cuidar da criança e também não pretendiam deixá-la numa creche porque não confiavam muito neste tipo de "ajuda".

Alguns dias após a contratação da babá que zelaria pela vida do bebê, o apartamento do casal começou a ser surpreendido por alguns telefonemas um pouco estranhos. Desde o dia em que a babá chegou ela começou a achar que estava sendo vigiada, observada, perseguida por algo que não sabia realmente o que era.

Numa tarde, a babá pôs o garoto para dormir num dos quartos do apartamento e voltou para a sala, quando o telefone toca. Ela atende e ouve uma voz grossa masculina. Fica assustada e intrigada ao mesmo tempo, e o homem começa a dizer coisas que causam pavor na jovem. Ela desliga e depois vêm novos telefonemas ameaçadores até que a babá descobre que as ligações vem do andar de cima. Neste dia ela resolveu sair e subir as escadas até o outro andar, e deixou o bebê sozinho no andar debaixo. Não contou nada aos pais. Chegando lá não encontrou o homem, que parecia ter saído.

Quando retorna ao apartamento, o telefone toca novamente, e quando ela tenta descobrir de onde vem a ligação, ela descobre que vem do mesmo apartamento em que eles estão, da outra linha. A babá entra em pânico e quando vai até o quartinho do bebê, o encontra o corpo dentro do berço. Não há mais nada, o bebê esta cheio de sangue e não chora mais. Agora a babá pensa no que fazer, sabendo que também corre um perigo real de vida.

Quando o casal retorna do trabalho no final da tarde, encontra a porta do apartamento estourada, apenas encostada como se estivesse fechada. Quando entra encontra o bebê assassinado dentro do berço, o telefone fora do gancho e quando fecham a porta do quarto da criança encontram o corpo da babá enforcado atrás da porta. Havia uma mensagem, a mesma mensagem ameaçadora, gravada na secretária eletrônica.

O morador do andar de cima nunca foi encontrado e os telefonemas continuavam a tocar, só que desta vez sem que ninguém falasse, talvez a espera de uma nova babá.

Fonte: Sobrenatural.Org
Comentários