15 de março de 2013

Minha História Assombrada: O Anjo da Guarda de meu Filho


Por Sybyylla

O que vou contar aconteceu há 15 anos, e ainda hoje agradeço ao SER que livrou meu filho de um mal maior.

Morava em uma fazenda e tinha muito medo que entrasse algum bicho peçonhento pelas frestas das portas e nos causassem algum mal. Mantinha tudo sempre organizado e limpo pra evitar escorpiões, baratas, aranhas e cobras, porque acreditem, já acordamos com um filhote de cobra coral dentro de nossa cozinha. A noite estava congelante e antes de me deitar ainda dei uma conferida nos cobertores que cobriam meu filho, ajeitei-os e me deitei. A cama de meu filho ficava ao lado da minha porque ele ainda era muito pequeno e eu sempre tive um certo receio de deixá-lo dormir sozinho no quarto, dormia com a luz do meu banheiro acesa e a porta entreaberta, para que o quarto ficasse suavemente iluminado e não atrapalhasse o sono de meu marido. A luz que saia do banheiro refletia-se suavemente no chão e caso precisasse me levantar de madrugada não seria em escuridão total.


Então eu fui me entregando a um sono tão gostoso, tão aconchegante, mas ainda podia ouvir meio entorpecida os sons da noite. Foi quando eu ouvi me chamarem pelo nome. Eu ainda pensei comigo: "Tô variando", e nem liguei, continuei ali naquele calorzinho dos edredons, a noite estava gelada... e de repente ouvi novamente o meu nome bem ao lado de minha cama em tom de comando, uma voz disse:

- Levanta e olha debaixo da cama!

Eu me assustei tanto que me sentei rapidamente e olhei por todo o espaço do quarto e não vi nada. Meu marido não dorme, ele morre e ressuscita no outro dia, estava no sétimo sono. Olhei a cama de meu filho e o cobertor de cima havia caído parcialmente. E aquela voz estava tão viva na minha cabeça.

Sem entender nada, ainda tonta de sono, eu fixei o olhar no reflexo da luz do banheiro que se estendia até debaixo da cama de meu filho e vi uma mancha preta, fiquei olhando aquilo e a coisa se mexeu, andou! Então eu repeti em voz alta: "Levanta e olha debaixo da cama!? Isso é um bicho!" Dei um pulo da cama e acendi a luz, quando eu agachei pra ver o que era, quase desmaiei de susto. A alguns centímetros do cobertor caído estava uma enorme caranguejeira, peluda, preta, quase só tamanho de minha mão, mais um pouco ela teria subido pelo cobertor e teria picado a minha criança! Eu que morro de medo de aranha, nem chamei pelo marido, peguei a bota mais pesada do armário e a matei.

Meio chocada, fiquei sentada por um tempo na cama pensando no que tinha acabado de acontecer, e fiz uma prece de gratidão ao anjo guardião de meu filho por ter me acordado e literalmente me falado sobre o perigo que ele estava correndo. Demorei a pegar no sono depois disso, aquela voz ainda estava muito viva em meus ouvidos, e creio que depois de tanto pensar sobre o ocorrido, devo ter adormecido em meio a mais uma das muitas preces de agradecimento que fiz a DEUS.

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Eles são lançados primeiro lá, depois que vem pra cá :) Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes
Comentários