6 de março de 2013

Múmias de Sereias

Múmia de sereia no Museu Nacional de Etnologia, em Leiden
No período Edo, no Japão - particularmente nos séculos 18 e 19 – múmias de sereias foram uma visão comum em pequenas apresentações de carnavais populares chamados “misemono”. Ao longo do tempo, a prática da mumificação de sereia tornou-se uma forma de arte. Pescadores aperfeiçoaram técnicas para costurar a cabeça e a parte superior do corpo de macacos aos corpos de peixes.

A foto da múmia abaixo é um exemplo primordial de uma sereia de carnaval. Parece ser constituída de peixe e partes de um outro animal, juntadas com corda e papel.

A criatura mumificada foi obtida por Jan Cock Blomhoff enquanto servia como diretor do Dejima, a colônia de negociação holandesa no porto de Nagasaki de 1817 a 1824. Ela reside agora no Museu Nacional de Etnologia, em Leiden.

Outra velha sereia mumificada exposta em um museu de Tóquio há vários anos, parece pertencer ao fundador do Museu Agrícola Harano.

A origem múmia é desconhecida, mas o colecionador disse que foi encontrada em uma caixa de madeira que continha passagens de um sutra budista escrito em sânscrito. Também na caixa estava uma fotografia da sereia e uma nota afirmando que ela pertencia a um homem da Prefeitura de Wakayama.

Misteriosa múmia de sereia
Abaixo, foto de uma múmia sereia do Templo Zuiryuji, em Osaka, que foi concedida ao templo como oferta de um comerciante da zona de Sakai, em 1682.

Múmia sereia do Templo Zuiryuji, em Osaka.
Outra sereia mumificado é preservada no Templo Myouchi, na cidade de Kashiwazaki, em Niigata. A sereia tem cerca de 30 cm de comprimento e está segurando suas mãos perto de suas bochechas - posse para sereias mumificados.

Múmia sereia do Templo Myouchi. Os proprietários do templo mantem ela em um pequeno baú de madeira, longe do público, mas se você pedir com carinho, eles deixam você ver :)
Múmia sereia com 50 cm de comprimento. Possio dentes afiados que se projetam a partir de sua boca aberta, e ambas as mãos são levantados para suas bochechas, como a sereia acima. Sua parte inferior do corpo é coberta de escamas, e parece não haver vestígios de nadadeiras sobre o peito, bem como um par de protuberâncias semelhantes mamilo. Está localizada no Templo Karukayado, em Hashimoto.

Múmias sereia localizada no Templo Karuakayado.
A foto abaixo (à esquerda) mostra uma a múmia que pertence a uma seita xintoísta com sede na cidade de Fujinomiya, próxima da base do Monte Fuji. Tem 170 cm de altura e 1.400 anos de idade! É a maior e mais antiga múmia sereia que se tem conhecimento no Japão. Sua cabeça é extraordinariamente grande e careca, com algum crescimento do cabelo, que se estende a partir de sua testa para seu nariz. Seus olhos e boca estão abertos. Tem mãos com garras afiadas e uma cauda de 20 cm de comprimento. A parte inferior do corpo tem uma estrutura óssea semelhante à de um peixe, mas não está claro se a parte superior do corpo tem uma estrutura óssea. Todo o corpo mostra sinais de ter sido devastado por traças.

Diz a lenda que a sereia apareceu ao príncipe Shotoku (imagem a direita). O monstro horrível disse ao príncipe sobre como ele havia se transformado em uma sereia como punição por ganhar a vida como um pescador dentro dos limites de um santuário animal.
Fontes (acessadas em 05/03/2013):
- Pink Tentacle: Mermaid mummies
- http://www.geocities.jp/nachtmahr_3rd/youkaiten/ningyo.html
- http://www.arakawas.sakura.ne.jp/backn008/myouchi/myouchi.html
- Wikipédia: Prince Shotoku
- Mundo LazaFornaza: As Múmias Monstro do Japão



CLIQUE AQUI para ler "Sereias: Lenda, Avistamentos, Fotos, Vídeos e Análises. Será que elas existem?"
Comentários